Livros

10 livros que desconstroem o racismo (e podem mudar o mundo)

BlogFNAC5
Por BlogFNAC5
Em 03/06/2020
286
10 livros que desconstroem o racismo (e podem mudar o mundo)


Não devia ser um assunto em pleno século XXI, mas a aceitação plena de diferentes identidades e culturas permanece ainda um ideal distante de alcançar. À medida que os noticiários são inundados, com uma frequência assustadora, por histórias reais de racismo, xenofobia e discriminação, compreendemos que a solução é apenas uma: a educação.

Felizmente, temos grandes escritores aos quais podemos recorrer para este efeito. Escritores que usam as suas vozes individuais em prol de uma voz global mais consciente e da esperança que a tão propalada igualdade se torne enfim uma realidade. Mais do que qualquer coisa que possamos comentar sobre este tema, é importante conhecermos as palavras deles. Para que, em conjunto, possamos construir um futuro mais tolerante já a partir de hoje.


Livros inspirados em histórias reais

 

O Ódio Que Semeias

Angie Thomas

O-Odio-Que-Semeias

 

O romance de estreia de Angie Thomas permanece dolorosamente atual ao colocar-nos na pele de uma adolescente afro-americana que vê o seu melhor amigo abatido a tiro por um polícia branco nos Estados Unidos. Inspirada num caso real, a narrativa tem recebido bastantes elogios desde a sua publicação e foi inclusive adaptada ao cinema em 2018.

 

“Quando eu tinha 12 anos, os meus pais tiveram duas conversas comigo. Uma foi a conversa habitual a explicar de onde vêm os bebés. [...] A outra foi sobre o que fazer se fosse parada por um polícia. A minha mãe protestou e disse ao meu pai que eu era demasiado jovem para aquela conversa. Ele respondeu que eu não era demasiado jovem para ser detida ou alvejada.”

 

A Estrada Subterrânea

Colson Whitehead


a estrada subterranea

Para escrever o romance que lhe deu a ganhar o Pulitzer, Colson Whitehead recorreu a entrevistas antigas e a textos escritos por escravos como Frederick Douglass e Harriet Jacobs. Imaginou, a partir daí, uma história que nos apresenta a estrada subterrânea que vários escravos usaram, no passado, para escapar à penosa realidade em que se encontravam.

 

“Todas as pessoas são criadas da mesma maneira, a menos que alguém decida que não se é uma pessoa.”

 

Mataram a Cotovia

Harper Lee


mataram a cotovia harper


Harper Lee
inspirou-se em pessoas e eventos da sua infância para criar um dos mais marcantes romances da literatura. Vista pelos olhos de uma criança ainda não corrompida pelas construções sociais do racismo, é a história de um advogado apontado para defender um homem negro acusado de um crime hediondo. E uma denúncia à forma como o preconceito e a desigualdade racial se encontravam entranhados na sociedade.

 

“Queria que visses o que é a verdadeira coragem, em vez de pensares que coragem é um homem com uma arma nas mãos. Coragem é sabermos que estamos vencidos à partida, mas recomeçar na mesma e avançar incondicionalmente até ao fim. Raramente se ganha, mas às vezes conseguimos.”

 

 

Livros que nos contam histórias reais

 

Sei Porque Canta o Pássaro na Gaiola

Maya Angelou


Sei-Porque-Canta-o-Passaro-na-Gaiola


Durante muito tempo, Maya Angelou achou que a sua voz “era tão poderosa que podia matar” e, por isso, manteve-se calada. Foi preciso que o amigo James Baldwin lhe lançasse um desafio para aceitar finalmente contar a sua história, começando por esta autobiografia, na qual revela uma infância dura em que apenas os livros serviam de refúgio à violência e ao racismo.

 

“Se crescer é doloroso para uma menina negra do Sul, ter consciência do seu desajuste é a ferrugem na navalha que lhe ameaça o pescoço. É um insulto desnecessário.”

 

Race

Toni Morrison

Race

Em 1993, Toni Morrison tornou-se a primeira mulher negra a conquistar o Nobel da Literatura, com a Academia Sueca a admirar a forma como dava vida “a um aspeto essencial da realidade americana”. É também esta sua qualidade que este livro torna evidente, ao reunir ensaios e excertos de alguns dos seus maiores clássicos com um único tema em comum: racismo.

 

“O conforto de ser ‘naturalmente melhor do que’, de não ter de lutar ou exigir tratamento civil, é difícil de abandonar.”

 

Livros em que a ficção é a porta para a verdade

 

Leopardo Negro, Lobo Vermelho

Marlon James


leopardo-negro-lobo-vermelho


Uma fantasia repleta de elementos mitológicos africanos que o próprio Marlon James apelidou, em jeito de piada, de uma espécie de A Guerra dos Tronos. Pode ser assim descrito o primeiro volume de uma trilogia (planeada) que nos submerge na cultura de um povo sob a premissa de que não há forma de esconder ou destruir a verdade: ela existe e existirá apesar de tudo.

 

“Esta cela é maior do que a anterior. Farejo o sangue seco de homens executados; ouço os fantasmas deles a gritarem ainda.”

 

Se Esta Rua Falasse

James Baldwin

se a tua rua falasse


O quinto romance de James Baldwin é uma história de amor. Mas um amor interrompido, já que a jovem narradora se vê afastada do homem que ama quando este é levado para a prisão, injustamente acusado de um grave crime. Evidenciando algumas das práticas racistas levadas a cabo nos anos 70, Se Esta Rua Falasse permanece quase um hino em nome dos diretos civis.

 

“Não sabemos o suficiente sobre nós mesmos. Acho que é melhor sabermos que não sabemos, porque assim podemos crescer com o mistério, à medida que o mistério cresce dentro de nós. Mas, por estes dias, toda a gente sabe tudo, e é por isso que tanta gente anda tão perdida.”

 

Girl, Woman, Other

Bernardine Evaristo


girl-women-other


O que é ser uma mulher? E uma mulher negra? O que é ser definido pelo género, pela etnia, pela sexualidade, pelo lugar ocupado na pirâmide social e económica? Neste livro, vencedor do Man Booker em 2019, Bernardine Evaristo atribui cada capítulo a uma mulher diferente, com um background diferente, e oferece-nos as respostas. Ou pelo menos algumas das respostas.

 

“Aprendi em primeira mão como as mulheres são discriminadas, razão pela qual me tornei feminista depois de mudar de sexo. Uma feminista interseccional, porque não tem apenas a ver com género mas com raça, sexualidade, classe e outras intersecções que vivemos quase sem pensar.”

 

Swing Time

Zadie Smith


Swing

Esta é uma história sobre amizade. Uma história sobre duas raparigas mestiças, amigas de infância, que sonham ser dançarinas. Mas é também uma história sobre como as coisas nem sempre são tão fáceis ou lineares como poderiam ser. E sobre como o racismo se infiltrou na cultura, incluindo em alguns dos mais célebres musicais de Fred Astaire.

 

“Aqui, o poder tinha cravado as garras na fraqueza: todos os tipos de poder – local, racial, tribal, real, nacional, global, económico – em todos os tipos de fraqueza, não se detendo diante de nada, nem mesmo da menina mais pequena. Mas o poder faz o mesmo em toda a parte. O mundo está saturado de sangue.”

 

A Coisa à Volta do Teu Pescoço

Chimamanda Ngozie Adichie


A-Coisa-a-Volta-do-Teu-Pescoco


A nigeriana Chimamanda Ngozie Adichie tem um talento especial para chegar ao coração dos leitores, independentemente do formato que adota para o fazer: um romance como Americanah, um ensaio como Todos Devemos Ser Feministas ou esta coleção na qual nos apresenta uma dúzia de contos sobre identidade, preconceito e os segredos que trazemos connosco.

 

“É uma das coisas de que ela aprendeu a gostar na América, a abundância de esperança sem razão.”

 


A tua nota : Je détesteJe n'aime pasCa vaJ'aimeJ'adore
8 relacionados
Girl, Woman, Other

Girl, Woman, Other

Bernardine Evaristo Livro de Bolso | Penguin Books | a partir de :16,23 €
Sei Porque Canta o Pássaro na Gaiola

Sei Porque Canta o Pássaro na Gaiola

Maya Angelou Edição | Antígona | setembro de 2017 a partir de :15,75 €
A Estrada Subterrânea

A Estrada Subterrânea

Colson Whitehead Edição | Alfaguara | setembro de 2017 a partir de :17,91 €
Leopardo Negro, Lobo Vermelho

Leopardo Negro, Lobo Vermelho

Marlon James Ver todo o seu universo Edição | Relógio D´Agua | dezembro de 2019 a partir de :20,70 €
O Ódio Que Semeias

O Ódio Que Semeias

Angie Thomas Edição | Editorial Presença | setembro de 2017 a partir de :14 €
Race

Race

Toni Morrison Ver todo o seu universo Livro de Bolso | Vintage | junho de 2017 a partir de :4,32 €
Swing Time

Swing Time

Zadie Smith Edição | Dom Quixote | junho de 2017 a partir de :18,81 €
Mataram a Cotovia

Mataram a Cotovia

Harper Lee Ver todo o seu universo Edição | Relógio d'Água | abril de 2012 a partir de :16,20 €