Cinema / Séries

A Bela e o Monstro: 7 referências fascinantes que só os verdadeiros fãs apanharam

ExpertFnac
Por ExpertFnac
Em 18/07/2017
444
A Bela e o Monstro: 7 referências fascinantes que só os verdadeiros fãs apanharam

 

beauty-and-the-beast-emma-watson-rose-flower-disney

 

Lembras-te daqueles tempos que passavas horas a ver e rever o filme de animação de A Bela e o Monstro? Agora já podes fazer o mesmo com o live action ;)

Mas antes, temos um desafio: se já viste o novo filme, e se és um fã desta história, quantas destas 7 referências apanhaste?  

 

1. A Bela de Notre Dame

bela









O Mapa Encantado leva Bela ao local onde ela sempre sonhou ir: Paris! Aí, o Monstro sugere que visitem Notre Dame, o que, por si só, é um acenar incrível ao cameo de Bela no filme o Corcunda de Notre Dame, como podem ver na imagem. 


beauty1


2. The Blue Bird that flies over the dark wood

No início do filme, Bela está a ensinar uma rapariga a ler. O livro em questão está aberto numa página que diz, “The Blue Bird that flies over the dark wood.” Isto é uma referência brutal aos pássaros azuis que voam sobre o bosque no início do filme de 1991, como podes verificar aqui. Outro pássaro azul volta aparecer mais tarde, associado ao lado mais carinhoso do monstro (imagem).



beauty 23. Bela meets Hermione?  

- "Mr. Jean, perdeu alguma coisa?" 

- "Acho que sim… mas não me lembro o quê…" 

Considerando que o papel mais famoso da carreira de Emma Watson é o de Hermione Granger, este momento de A Bela e o Monstro parece quase um levantar do chapéu à cena entre Hermione e Neville Longbottom. Este último diz as mesmas palavras no filme Harry Potter e a Pedra Filosofal. Revê a cena aqui.



4. La Belle et la Bêtte 

white rose

Maurice, o pai de Bela, é capturado pelo Monstro por roubar uma rosa branca do seu jardim, uma referência clara não ao filme de animação, mas ao primeiro filme, La Belle et la Bête, de 1946 – um dos filmes favoritos do realizador Bill Condon. 

 

la belle


5. Villeneuve

A vila de Bela chama-se Villeneuve, uma homenagem ao nome da autora desta história, Gabrielle –Suzanne Barbot de Villeneuve, que escreveu esta história, na altura em formato de conto, em 1740.





6. Tributos a musicais


O realizador confirmou que a música Be Our Guest inclui tributos a outros musicais como West Side Story, Singing in the Rain, Cabaret e Chicago, Bill Condon foi o argumentista deste último.


monstro


7. Monstro meets Downtown Abbey

O Monstro diz ter tido uma “educação muito cara”, um ponto desviante do filme de animação, no qual o Monstro não sabia ler. Isto pode ser uma analogia à personagem de Downtown Abbey de Dan Stevens, Matthew, que também refere ter tido uma "expensive education".

A tua nota : Je détesteJe n'aime pasCa vaJ'aimeJ'adore