A Cidade e as Serras

    A Cidade e as Serras_0
    A Cidade e as Serras
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Editor Relógio d'Água
      Coleção BI - Biblioteca de Editores Independentes

      Ver todas as características

    • «O meu amigo Jacinto nasceu num palácio, com cento e nove contos de renda em terras de semeadura, de vinhedo, de cortiça e de olival.
      No Alentejo, pela Estremadura, através das duas Beiras, densas sebes ondulando por colina e vale, muros altos de boa pedra, ribeiras, estradas, delimitavam os campos desta velha família agrícola que já entulhava grão e plantava cepa em tempos de el-rei D. Dinis. A sua quinta e casa senhorial de Tormes, no Baixo Douro, cobriam uma serra. Entre o Tua e o Tinhela, por cinco fartas léguas, todo...
      Ver mais

    • Vendido pela Fnac  5,60 €
    • 1 novo desde 6,51 €  
    • 7 €
      5,60 €

      Apenas 1 em stock

      Recebe numa morada a partir de 2,50 €

      Em loja

      Levantamento gratuito

      Ver disponibilidade em loja

      Ver todas as opções e detalhes de entrega
    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • SPV Fnac
      7 dias por semana
    • Devoluções
      gratuitas em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Levantamento
      gratuito em loja

    1 oferta especial A Cidade e as Serras

    • PROMOÇÃO DIAS ADERENTE FNAC
    PROMOÇÃO DIAS ADERENTE FNAC: -20% a -50% em Todos os Livros, incluindo Novidades.
    Promoção Exclusiva para Aderentes Fnac, válida apenas dias 28 e 29 de fevereiro de 2020 em todas as lojas Fnac.
    Aplicável nos artigos vendidos pela Fnac (exclui Marketplace, Kobo, eBooks e Livro Escolar).
    'Iniciativa promocional nos termos do regime jurídico do preço fixo do livro', de acordo com a alínea b) do n.º 2 do artigo 14.º da Lei do Preço Fixo do Livro (LPFL).
    Limitado ao stock existente, não acumulável com outras promoções nem com os 10% desconto imediato em livros para aderentes Cartão Fnac.

    Descrição A Cidade e as Serras

    «O meu amigo Jacinto nasceu num palácio, com cento e nove contos de renda em terras de semeadura, de vinhedo, de cortiça e de olival.
    No Alentejo, pela Estremadura, através das duas Beiras, densas sebes ondulando por colina e vale, muros altos de boa pedra, ribeiras, estradas, delimitavam os campos desta velha família agrícola que já entulhava grão e plantava cepa em tempos de el-rei D. Dinis. A sua quinta e casa senhorial de Tormes, no Baixo Douro, cobriam uma serra. Entre o Tua e o Tinhela, por cinco fartas léguas, todo o torrão lhe pagava foro. E cerrados pinheirais seus negrejavam desde Arga até ao mar de Âncora. Mas o palácio onde Jacinto nascera, e onde sempre habitara, era em Paris, nos Campos Elísios, n.º 202.»

    EÇA DE QUEIRÓS nasceu no dia 25 de Novembro de 1845 na Póvoa de Varzim. Frequentou a Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, onde conheceu Antero de Quental, com quem viria a formar o movimento académico que ficou conhecido como «Geração de 70». Foi cônsul em Havana e Paris. Escreveu várias obras maiores da nossa literatura, entre elas Os Maias, O Crime do Padre Amaro e este A Cidade e as Serras. Morreu em Paris, em Agosto de 1900.

    Características detalhadasA Cidade e as Serras

    OUTRAS OBRAS de Eça de Queirós

    Ver também