A Cidadela Branca

Orhan Pamuk (Autor) Lançado em maio de 2000 Edição em Português
    • A Cidadela Branca_0
    A Cidadela Branca

    Venda o seu A Cidadela Branca com apenas alguns cliques,
    em fnac.pt

    1. Vende o teu produto
    2. Um cliente compra o teu produto
    3. Envia o teu produto
    4. Recebe o pagamento
    Passar para conta Pro!
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Data de lançamento maio 2000
      Editor Editorial Presença
      Coleção Grandes Narrativas

      Ver todas as características

    • Em pleno século XVII, num mundo misto de fantástica sabedoria e de assustadora barbárie, um jovem estudante italiano viajava tranquilamente de Veneza para Nápoles quando foi capturado por piratas turcos. Após algumas voltas e reviravoltas do destino, torna-se escravo de um estranho cientista turco, conhecido como o Mestre. Este sábio, ávido pelo conhecimento científico e progressos intelectuais do Oeste, procura, recorrendo ao diferente saber do prisioneiro, conseguir o seu aperfeiçoamento intelectual e científico, e nos... Ver mais

    • Vendido pela Fnac  14,32 €
    •   3 usados ou recondicionados desde 5 €
    • Todas as ofertas
      • 5 € Custos de envio +2,99 €
        Disponível
        Segunda mão - Como novo
        Particular
        Lano
        (181)
      • 7,80 € Custos de envio +2,99 €
        Disponível
        Segunda mão - Em bom estado
        Particular
        Palavras
        (71)
      • 17,90 € Custos de envio +2,99 €
        Disponível
        Segunda mão - Como novo
        Particular
        Singular
        (296)
    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • SPV Fnac
      7 dias por semana
    • Devoluções
      gratuitas em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Levantamento
      gratuito em loja

    Descrição A Cidadela Branca

    Em pleno século XVII, num mundo misto de fantástica sabedoria e de assustadora barbárie, um jovem estudante italiano viajava tranquilamente de Veneza para Nápoles quando foi capturado por piratas turcos. Após algumas voltas e reviravoltas do destino, torna-se escravo de um estranho cientista turco, conhecido como o Mestre. Este sábio, ávido pelo conhecimento científico e progressos intelectuais do Oeste, procura, recorrendo ao diferente saber do prisioneiro, conseguir o seu aperfeiçoamento intelectual e científico, e nos anos que se seguiram o escravo ensina ao Mestre o que ele aprendera no velho continente, da medicina à pirotecnia. Mas Hojas o Mestre, quer mais: quer saber o porquê de serem quem são e até que ponto, uma vez desvendados e trocados os seus mais íntimos segredos, as suas identidades não serão confundidas ou trocadas.

    Prémio Nobel da Literatura 2006

    Resumo A Cidadela Branca

    Nesta história ou parábola sobre um mestre, grande senhor otomano, e um escravo, estudante veneziano, forçados a conviver na mesma casa por causa da peste que no século XVI grassou em Istambul, e escrevendo a sua própria biografia até trocarem de identidades, encontra-se explicitada a razão pela qual Orhan Pamuk é um dos mais intrigantes observadores da história do Homem.

    Características detalhadasA Cidadela Branca

    OUTRAS OBRAS de Orhan Pamuk

    Ver também