A Dama do Quimono Branco

João Paulo Oliveira e Costa (Autor) Trilogia: Samurai Negro Lançamento a 24 maio 2019 Edição em Português
    A Dama do Quimono Branco_0
    A Dama do Quimono Branco
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Data de lançamento 24/05/2019
      Editor Temas & Debates

      Ver todas as características

    • "A saga dos Fonsecas de Nagasáqui e dos Vicenzo de Roma conclui-se nesta obra que encerra a trilogia do Samurai Negro. A cristandade japonesa caminha para o seu destino fatal, enquanto do outro lado do mundo, o Brasil vai-se afirmando como uma terra do futuro, promissora para os colonos, e, nesse primeiro tempo, sobretudo para os que têm a sabedoria de se entenderem com os indígenas. Nessas terras onde o Sol nunca se põe, os mestiços têm um papel fundamental na sedimentação do poder da Coroa e da Igreja, e os Fonsecas e... Ver mais

    • Vendido pela Fnac  16,92 €
    • 3 novos desde 17,90 €  
    • Todas as ofertas
      • 17,90 € Custos de envio +2,98 €
        Disponível
        Novo
        Pro
        PROMOBOOKS
        (2574)
      • 18,79 € Custos de envio +2,99 €
        Disponível
        Novo
        Pro
        Oceanum
        (4101)
      • 18,80 € Custos de envio +2,99 €
        Disponível
        Novo
        Pro
        Gomes Books
        (11299)
    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • Levantamento
      gratuito em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Devoluções
      gratuitas em loja

    Mais Informações A Dama do Quimono Branco

    "A saga dos Fonsecas de Nagasáqui e dos Vicenzo de Roma conclui-se nesta obra que encerra a trilogia do Samurai Negro.

    A cristandade japonesa caminha para o seu destino fatal, enquanto do outro lado do mundo, o Brasil vai-se afirmando como uma terra do futuro, promissora para os colonos, e, nesse primeiro tempo, sobretudo para os que têm a sabedoria de se entenderem com os indígenas.

    Nessas terras onde o Sol nunca se põe, os mestiços têm um papel fundamental na sedimentação do poder da Coroa e da Igreja, e os Fonsecas e Vicenzo percebem que em Lisboa os mestiços serão sempre subalternizados e ostracizados, mesmo sendo endinheirados.

    Enquanto o tempo passa, um biombo vai sendo composto; uma mulher morta continua a despertar sentimentos de sensualidade nos homens que com ela privaram; um navio explode com estrondo; um imperador foge do palácio; a crueldade é vingada com uma crueza ainda maior, mas também há quem consiga amar e ser feliz e há um peregrino que descobre finalmente o seu lugar no mundo, sempre inspirado pela dama do quimono branco.

    «Esta é uma história cujas personagens se espalham pelo mundo já globalizado do início do século xvii e que foi sendo escrita enquanto eu próprio circulava pelo mundo ganhando inspiração no contacto com a diversidade de gentes, paisagens e ambientes que preenchem este nosso maravilhoso planeta.» "

    Características detalhadasA Dama do Quimono Branco

    OUTRAS OBRAS de João Paulo Oliveira e Costa

    Ver também