A Desumanização

Valter Hugo Mãe (Autor) MAE, VALTER HUGO (Autor) Lançado em setembro de 2013 Edição em Português
    A Desumanização_0
    A Desumanização
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Data de lançamento setembro 2013
      Editor Porto Editora

      Ver todas as características

    • «Mais tarde, também eu arrancarei o coração do peito para o secar como um trapo e usar limpando apenas as coisas mais estúpidas.» Passado nos recônditos fiordes islandeses, este romance é a voz de uma menina diferente que nos conta o que sobra depois de perder a irmã gémea. Um livro de profunda delicadeza em que a disciplina da tristeza não impede uma certa redenção e o permanente assombro da beleza.
      O livro mais plástico de Valter Hugo Mãe. Um livro de ver. Uma utopia de purificar a experiência difícil e maravilhosa de se...
      Ver mais

    • Vendido pela Fnac  11,62 €
    • 2 novos desde 15,77 €   e 1 usado ou recondicionado desde 8 €
    • 16,60 € 11,62 €

      Em stock online

      Recebe numa morada a partir de 2,50 €

      Em loja

      Levantamento gratuito

      Ver disponibilidade em loja

      Ver todas as opções e detalhes de entrega
    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • SPV Fnac
      7 dias por semana
    • Devoluções
      gratuitas em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Levantamento
      gratuito em loja

    1 oferta especial A Desumanização

    • PROMOÇÃO NATAL: LIVROS
    NATAL FNAC Até 50% desconto imediato numa seleção de mais de 500 Livros.
    Promoção válida de 7 de novembro de 2019 a 6 de janeiro de 2020.
    Limitado ao stock existente e aplicável apenas nos artigos assinalados vendidos pela Fnac (exclui Marketplace e eBooks).
    Não acumulável com outras campanhas ou promoções nem com os 10% desconto imediato em livros para aderentes Cartão Fnac.

    Descrição A Desumanização

    «Mais tarde, também eu arrancarei o coração do peito para o secar como um trapo e usar limpando apenas as coisas mais estúpidas.»

    Passado nos recônditos fiordes islandeses, este romance é a voz de uma menina diferente que nos conta o que sobra depois de perder a irmã gémea. Um livro de profunda delicadeza em que a disciplina da tristeza não impede uma certa redenção e o permanente assombro da beleza.
    O livro mais plástico de Valter Hugo Mãe. Um livro de ver. Uma utopia de purificar a experiência difícil e maravilhosa de se estar vivo

    Escolhas dos nossos vendedores

    Rita Alves FNAC Almada

    A Desumanização. Valter Hugo Mãe

    Assustadoramente perturbador e bonito, "A Desumanização" retrata todos os sentimentos tristes do ser humano sob a forma de Halla, a menina que perde a sua irmã gémea e a semeia na terra, esperando-a ver germinar. Um poema em prosa, considerado uma das melhores obras do autor.

    Adriano Narciso FNAC Faro

    A Desumanização. Valter Hugo Mãe

    Resultado do fascínio do autor pela Islândia, ela própria uma personagem em torno da qual se desenvolve uma trama de tons sombrios, com Halldora, que perde a irmã gémea e relata a sua vida a partir desse momento decisivo. Um livro dominado pela beleza da palavra e o assombro dos fiordes.

    Hélder Magalhães FNAC Braga

    A Desumanização. Valter Hugo Mãe

    Quando Halldora perde a irmã gémea perde também a metade de si, abre-se-lhe um fosso na alma, como se se tornasse menos humana: é a menos morta das irmãs gémeas. Um delicado exercício plástico sobre a perda - a vitimização como uma negação à vida e às coisas mais belas que ela nos traz.

    Características detalhadasA Desumanização

    OUTRAS OBRAS de Valter Hugo Mãe

    5/5
    • 1
      0
    • 2
      0
    • 3
      0
    • 4
      0
    • 5
      2
    5 Surpeendentemente belo... Publicado em 14 jun 2019

    Li primeiro "o filho de mil homens" e pensei: diferente entre iguais, com galinhas gigantes mágicas e candidatos a filhos de pano com um sorriso de botões mas... nada do outro mundo. Li depois "Desumanização" e pensei: do outro mundo, avassalador... uau! Com um jogo sinestésico de palavras/ cores/ sons eminentemente enigmático. Que define tanta tristeza com justeza e uma beleza ímpar e pura de sentimentos. É como dizem, verdadeira prosa poética. Adorei e Aconselho vivamente!


     Este comentário foi útil?

    5 diferente e brilhante Publicado em 08 jan 2014

    uma narração interessante. leva-nos a imaginar o mundo e situações da vida de uma forma diferente/brilhante. faz-nos pensar o mundo também de uma outra forma, mais natural, mais simples.


     Este comentário foi útil?

    Ver também