A Economia das Coisas

Paulo Pinto (Autor) Lançado a 19 outubro 2018 Edição em Português
    • A Economia das Coisas_0
    A Economia das Coisas

    Venda o seu A Economia das Coisas com apenas alguns cliques,
    em fnac.pt

    1. Vende o teu produto
    2. Um cliente compra o teu produto
    3. Envia o teu produto
    4. Recebe o pagamento
    Passar para conta Pro!
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Data de lançamento 19/10/2018
      Editor Contraponto

      Ver todas as características

    • O autor deste livro reprovou à disciplina de Economia no primeiro ano de Faculdade, no curso de Ciências da Comunicação. Hoje, porém, é jornalista especializado em economia, tem uma pós-graduação em Investimento e Mercados Financeiros e um mestrado em Economia e Políticas Públicas. O que terá motivado tamanha reviravolta nos interesses de Paulo Pinto? Que visão distinta da Economia tê-lo-á motivado? Provavelmente, o mesmo que o poderá entusiasmar a si e que pode encontrar neste livro. Em "A Economia das Coisas", Paulo Pinto... Ver mais

    • Vendido pela Fnac  13,95 €
    • 1 novo desde 15 €  
    • 15,50 €
      13,95 €

      Em stock online

      Entrega gratuita

      Em loja

      Levantamento gratuito

      Ver disponibilidade em loja

      Ver todas as opções e detalhes de entrega
    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • SPV Fnac
      7 dias por semana
    • Devoluções
      gratuitas em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Levantamento
      gratuito em loja

    1 oferta especial A Economia das Coisas

    • Vantagem Aderente: 10% Desconto imediato
    10% desconto imediato em livros
    O Cartão Fnac dá-te 10% desconto imediato sobre o preço de editor, não acumulável com outras promoções.

    Mais Informações A Economia das Coisas

    O autor deste livro reprovou à disciplina de Economia no primeiro ano de Faculdade, no curso de Ciências da Comunicação. Hoje, porém, é jornalista especializado em economia, tem uma pós-graduação em Investimento e Mercados Financeiros e um mestrado em Economia e Políticas Públicas. O que terá motivado tamanha reviravolta nos interesses de Paulo Pinto? Que visão distinta da Economia tê-lo-á motivado? Provavelmente, o mesmo que o poderá entusiasmar a si e que pode encontrar neste livro.

    Em "A Economia das Coisas", Paulo Pinto apresenta ideias e conceitos económicos presentes no dia-a-dia e explica-os de forma simples, através de pequenas histórias e curiosidades.

    Sabe o que é que uma vaga de frio pode fazer ao preço dos ingredientes da sua sopa? Que em Inglaterra já houve um imposto sobre as janelas como exemplo de equidade fiscal? E que esse imposto causou centenas de mortes? E ainda que, hoje, nesse mesmo país, o estado recorre à psicologia para incentivar os contribuintes a pagarem os seus impostos? Ou que a invenção dos contentores é considerada mais importante do que muitos tratados internacionais? Que há uma teoria económica chamada Teoria dos Jogos, que tem aplicação tanto na crise dos mísseis de Cuba como no atravessar da Ponte 25 de Abril? Que as trufas não podem ser cultivadas, são procuradas com a ajuda de porcos, são exemplos daquilo a que a economia chama elasticidade rígida e que o chef Ljubomir Stanisic, em 2016, comprou a maior e mais cara do mundo para a comer com os amigos? A outro nível, já pensou porque é que o preço dos bilhetes dos concertos não aumenta quando estão prestes a esgotar? E sabia que quando Adam Smith, o pai da economia moderna, escreveu a sua obra de referência, A Riqueza das Nações, o termo economia nem existia? Sabe a origem da expressão “não há almoços grátis”? E a origem das black fridays? Conhece a relação entre produto interno bruto e felicidade interna bruta? E quanto estaria disposto a pagar por um litro de água no deserto do Saara?

    Através destas e de outras histórias, Paulo Pinto ensina Economia mesmo a quem não percebia nada de Economia.

    «O livro que tem nas mãos é um caso raro. Primeiro, porque o autor, Paulo Pinto, é um jornalista que gosta de ler, que estudou e que se interessa por problemas difíceis. Não há muitos com estas características. E depois porque percebe que, se os temas difíceis não têm uma explicação que se perceba, então mais vale voltar a estudar e explicar melhor. Oxalá os professores percebam isso. Ainda mais: o que predomina à nossa volta é a facilidade dos dogmas, e destrui-los não é nem fácil, nem cómodo. Finalmente, o livro surpreende porque o autor gosta da ciência económica como ela é, contraditória, estudando movimentos e relações vivas, perplexa com pessoas e interesses, cética sobre estratégias finalistas, atenta a manobras. (…) Mas há ainda outra razão para que este livro seja útil. Discute questões relevantes e trata do que interessa.»
    Francisco Louçã

    «Ler “A Economia das Coisas” é entrar num mundo da Economia em que se regressa ao quotidiano para compreender melhor o que está em causa quando falamos de comércio internacional, do Estado e das suas contas, dos preços e da ilusão de “almoços grátis”, dos efeitos que os impostos mal pensados podem ter com o exemplo da famosa taxa sobre as janelas, do impacto mais complexo do que pode parecer da robotização.»
    Helena Garrido

    Características detalhadasA Economia das Coisas

    • Autor Paulo Pinto
    • Editor Contraponto
    • Data de lançamento 19/10/2018
    • EAN 978-9896661922
    • ISBN 9789896661922
    • Dimensões 15 x 23,5 cm
    • Nº Páginas 184
    • Encadernação Capa mole

    OUTRAS OBRAS de Paulo Pinto

    OPINIÕES DOS NOSSOS CLIENTES A Economia das Coisas

    Condições de Utilização
    5/5
    • 1
      0
    • 2
      0
    • 3
      0
    • 4
      0
    • 5
      1


    Opiniões Verificadas
    5 A economia das coisas Publicado em 08 abr 2019

    Excelente. A entrega foi rápida.


     Este comentário foi útil?

    Ver também

      Vais ser redirecionado para fora da fnac.pt

      Ao clicar em "download" vais ser redireccionado para o site kobo.com onde poderás fazer download do título selecionado utilizando os dados de acesso da tua conta Fnac. Caso não tenhas uma conta Fnac, terás de criar uma conta em Kobo.com para usufruíres de todas as funcionalidades e vantagens Kobo.

      Atenção Ocorreu um erro, por favor, tenta novamente mais tarde.