A Neurociência das Pequenas Coisas

Luis Bigotte de Almeida (Autor) Lançado em dezembro de 2017 Edição em Português
    A Neurociência das Pequenas Coisas_0
    A Neurociência das Pequenas Coisas
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Data de lançamento dezembro 2017
      Editor Climepsi Editores

      Ver todas as características

    • A que pequenas coisas me refiro? Situações vulgares do dia-a-dia que atingem a condição humana sem distinção de idade, sexo, proveniência regional, grupo étnico ou sócio-económico. Alguns exemplos são os actos de espreguiçar, tossir, sentir cócegas ou comichão, rir, chorar, sonhar, ter medo ou bocejar. Surgem por mecanismos cuja génese se atribui ao cérebro, mas em que intervêm outros componentes do organismo e, acima de tudo, a estreita relação que o sistema nervoso mantém com o ambiente físico e social. Muitas das... Ver mais

    • Todas as ofertas
    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • SPV Fnac
      7 dias por semana
    • Devoluções
      gratuitas em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Levantamento
      gratuito em loja

    Mais Informações A Neurociência das Pequenas Coisas

    A que pequenas coisas me refiro? Situações vulgares do dia-a-dia que atingem a condição humana sem distinção de idade, sexo, proveniência regional, grupo étnico ou sócio-económico. Alguns exemplos são os actos de espreguiçar, tossir, sentir cócegas ou comichão, rir, chorar, sonhar, ter medo ou bocejar. Surgem por mecanismos cuja génese se atribui ao cérebro, mas em que intervêm outros componentes do organismo e, acima de tudo, a estreita relação que o sistema nervoso mantém com o ambiente físico e social. Muitas das reacções humanas são bastante estereotipadas e repetem-se em circunstâncias semelhantes. Constituem afinal respostas a certos estímulos, partilhadas por toda a espécie, como se de meros lugares comuns do comportamento se tratasse.

    E o que terá a neurociência, matéria tão séria e complexa, a ver com tais pequenas coisas? É curioso que nem as origens, nem os mecanismos neurofisiológicos que as determinam têm constituído tema de grande divulgação. Esse facto justificou o meu interesse pela pesquisa das motivações e mecanismos processuais de tais estereótipos comportamentais.

    Este livro convida o leitor a uma breve visita ilustrada a um edifício aparentemente austero, complexo e tão pouco acessível que parece reservar-se apenas a algumas mentes privilegiadas.

    Características detalhadasA Neurociência das Pequenas Coisas

    OUTRAS OBRAS de Luis Bigotte de Almeida

    OPINIÕES DOS NOSSOS CLIENTES A Neurociência das Pequenas Coisas

    Condições de Utilização

    Ver também