A Noite Obscura

São João da Cruz (Autor) Edição em Português
    A Noite Obscura_0
    A Noite Obscura
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Editor Editorial Estampa
      Coleção Iluminações

      Ver todas as características

    • «Quanto mais as coisas divinas são em si claras e manifestas, mais elas são naturalmente obscuras e ocultas à alma. É assim como a luz natural: quanto mais ela é clara, mais ofusca e obscurece a pupila do mocho; quanto mais se quer fixar o Sol de frente, mais se ofusca a capacidade visual e se a priva de luz; essa luz ultrapassa a fragilidade dos olhos.
      O mesmo acontece quando essa divina luz da contemplação jorra sobre a alma que ainda não está completamente iluminada; produz nela trevas espirituais, dado que não só a...
      Ver mais

    • 2 novos desde 5 €  
    • 5 €

      Disponível

      Entrega gratuito

      BOOKTIQUE
      (Vendedor profissional)
      677 venda(s)
      Estado do produto
      Novo
      País de expedição
      Portugal Continental
      Prazo médio de entrega
      Entre 2 e 5 dias úteis
      Taxa de aceitação
      97,53%
      Todas as ofertas
      • 5 € Custos de envio +0 €
        Disponível
        Novo
        Pro
        BOOKTIQUE
        (677)
      • 95,10 € Custos de envio +14,99 €
        Disponível
        Novo
        Pro
        CulturaBrasil
        (2914)
    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • Levantamento
      gratuito em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Devoluções
      gratuitas em loja

    Mais Informações A Noite Obscura

    «Quanto mais as coisas divinas são em si claras e manifestas, mais elas são naturalmente obscuras e ocultas à alma. É assim como a luz natural: quanto mais ela é clara, mais ofusca e obscurece a pupila do mocho; quanto mais se quer fixar o Sol de frente, mais se ofusca a capacidade visual e se a priva de luz; essa luz ultrapassa a fragilidade dos olhos.
    O mesmo acontece quando essa divina luz da contemplação jorra sobre a alma que ainda não está completamente iluminada; produz nela trevas espirituais, dado que não só a ultrapassa, mas porque a priva da sua inteligência natural e a obscurece. É por isso que S. Dinis e outros teólogos místicos chamam a essa contemplação infusa um raio de trevas.»
    S. João da Cruz

    Características detalhadasA Noite Obscura

    Ver também