A PIDE no Xadrez Africano

María José Tíscar (Autor) TÍSCAR, MARIA JOSE (Autor) Angola, Zaire, Guiné, Moçambique Lançado a 30 setembro 2017 Edição em Português
    • A PIDE no Xadrez Africano_0
    A PIDE no Xadrez Africano

    Venda o seu A PIDE no Xadrez Africano com apenas alguns cliques,
    em fnac.pt

    1. Vende o teu produto
    2. Um cliente compra o teu produto
    3. Envia o teu produto
    4. Recebe o pagamento
    Passar para conta Pro!
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Data de lançamento 30/09/2017
      Editor Colibri

      Ver todas as características

    • «Tanto a PIDE como África, temas fundamentais do livro, estão ainda muito vivos na sociedade portuguesa, muito embora tenham passado mais de quarenta anos sobre o 25 de abril. 
      A PIDE e a guerra de África foram alvo de intensa luta política no então regime vigente e, por isso, o tema reveste-se de alguma sensibilidade, mas que não perturbou a investigadora.
      (...)
      O historiador deve colocar-se numa posição clara de isenção e rigor no esclarecimento dos factos, o que foi plenamente conseguido pela professora Tíscar....
      Ver mais

    • 18 €
      16,20 €

      Apenas 2 em stock

      Entrega gratuita

      Em loja

      Levantamento gratuito

      Ver disponibilidade em loja

      Ver todas as opções e detalhes de entrega
    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • SPV Fnac
      7 dias por semana
    • Devoluções
      gratuitas em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Levantamento
      gratuito em loja

    1 oferta especial A PIDE no Xadrez Africano

    • Vantagem Aderente: 10% Desconto imediato
    10% desconto imediato em livros
    O Cartão Fnac dá-te 10% desconto imediato sobre o preço de editor, não acumulável com outras promoções.

    Mais Informações A PIDE no Xadrez Africano

    «Tanto a PIDE como África, temas fundamentais do livro, estão ainda muito vivos na sociedade portuguesa, muito embora tenham passado mais de quarenta anos sobre o 25 de abril. 
    A PIDE e a guerra de África foram alvo de intensa luta política no então regime vigente e, por isso, o tema reveste-se de alguma sensibilidade, mas que não perturbou a investigadora.
    (...)
    O historiador deve colocar-se numa posição clara de isenção e rigor no esclarecimento dos factos, o que foi plenamente conseguido pela professora Tíscar. Interessa pois, destacar a qualidade da investigação, aliás, bem documentada.
    (...)
    O livro evidencia a importância das “conversas com o inspector Fragoso Allas” (...) A qualidade do seu trabalho e credibilidade foram atestadas pelo General António de Spínola, para quem trabalhou na Guiné e teve decerto influência, mais tarde, logo após o 25 de abril, para que o General Costa Gomes viesse introduzir uma alteração ao programa do movimento das forças armadas, em que a DGS, ainda que fosse extinta na metrópole, se mantivesse no Ultramar até mais tarde, o que se veio a verificar. 
    (...)
    Este excelente trabalho da professora María José Tíscar representa uma contribuição notável para o conhecimento da história portuguesa das informações num período difícil da guerra em África.»
    Rodolfo António Bacelar Begonha, Major-General (na reforma)

    Características detalhadasA PIDE no Xadrez Africano

    OUTRAS OBRAS de María José Tíscar

    Ver também