A Salvação do Belo

Byung-Chul Han (Autor) Lançado em julho de 2016 Edição em Português
    A Salvação do Belo_0
    A Salvação do Belo
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Data de lançamento julho 2016
      Editor Relógio d'Água
      Coleção Antropos

      Ver todas as características

    • O liso, o polido, a ausência de vincos são, na época atual, identificados com o belo. É isso que existe em comum entre as esculturas de Jeff Koons, alguns smartphones e a depilação. Estas características evidenciam um “excesso de positividade” que Byung-Chul Han já tinha abordado noutros ensaios, mas que aqui desenvolve nos campos da arte e da estética. Porque é que nos agrada tanto o “polido”?, pergunta Han. Porque não oferece resistência nem nos causa incómodo ou dor. O belo digital é um espaço liso do que é idêntico e... Ver mais

    • Vendido pela Fnac  11,20 €
    • 1 novo desde 131,87 €  
    • 131,87 €

      Disponível

      Envio com Tracking : 14,99 €

      Envio Contra Assinatura : 37,99 €

      CulturaBrasil
      (Vendedor profissional)
      2237 venda(s)
      Estado do produto
      Novo
      País de expedição
      Brasil
      Taxa de aceitação
      98,27%

      Comentários do vendedor :

      Enviado do brasil em 10 - 25 dias uteis (geralmente 10 - 15) - envio normal.Para envio expresso ( 7 - 10 dias) - favor entrar en contato.

      Todas as ofertas
      • 131,87 € Custos de envio +14,99 €
        Disponível
        Novo
        Pro
        CulturaBrasil
        (2237)
    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • SPV Fnac
      7 dias por semana
    • Devoluções
      gratuitas em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Levantamento
      gratuito em loja

    Descrição A Salvação do Belo

    O liso, o polido, a ausência de vincos são, na época atual, identificados com o belo. É isso que existe em comum entre as esculturas de Jeff Koons, alguns smartphones e a depilação. Estas características evidenciam um “excesso de positividade” que Byung-Chul Han já tinha abordado noutros ensaios, mas que aqui desenvolve nos campos da arte e da estética. Porque é que nos agrada tanto o “polido”?, pergunta Han. Porque não oferece resistência nem nos causa incómodo ou dor. O belo digital é um espaço liso do que é idêntico e recusa a estranheza, a alteridade, a negatividade. O que considerávamos naturalmente belo atrofiou-se no liso e o polido do belo digital. Hoje o belo converteu-se naquilo de que se diz “gosto”, em qualquer coisa de agradável, que se avalia pelo seu caráter imediato e pelo valor de uso e consumo. Mas sem a negatividade da quebra do outro fica prejudicado o acesso ao belo natural e anulada a distância contemplativa. A beleza é diferida, não é um brilho momentâneo, mas qualquer coisa que ilumina em silêncio e através de desvios e mediações. Não se pode encontrar a beleza no contacto imediato, é mais frequente que surja como reencontro e reconhecimento.

    Características detalhadasA Salvação do Belo

    • Autor Byung-Chul Han
    • Editor Relógio d'Água
    • Data de lançamento julho 2016
    • Coleção Antropos
    • EAN 978-9896416171
    • ISBN 9789896416171
    • Dimensões 15,3 x 23,3 cm
    • Nº Páginas 112
    • Encadernação Capa mole

    OUTRAS OBRAS de Byung-Chul Han

    Ver também