Almadilha

Federico Bertolazzi (Autor) Ensaios sobre Sophia de Mello Breyner Andresen Lançamento a 13 maio 2019 Edição em Português
    Almadilha_0
    Almadilha
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Data de lançamento 13/05/2019
      Editor Documenta

      Ver todas as características

    • "Sophia de Mello Breyner Andresen: «Talvez eu vá ficando igual à almadilha da qual os pescadores dizem ser apenas água.» A voz de Sophia de Mello Breyner Andresen é uma das mais límpidas da poesia de língua portuguesa. Desde o seu primeiro livro, Poesia (1944), Sophia mostrou uma pertinaz paixão para a busca de uma linguagem capaz de recuperar a íntima e primordial potência das coisas e da palavra que a possa nomear.A sua busca formal indaga o real na tentativa de pôr a nu aquela espécie de núcleo da essência que vive na... Ver mais

    • 15 €
      13,50 €

      Apenas 2 em stock

      Recebe numa morada a partir de 2,50 €

      Em loja

      Levantamento gratuito

      Ver disponibilidade em loja

      Ver todas as opções e detalhes de entrega
    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • SPV Fnac
      7 dias por semana
    • Devoluções
      gratuitas em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Levantamento
      gratuito em loja

    1 oferta especial Almadilha

    • Vantagem Aderente: 10% Desconto imediato
    10% desconto imediato em livros
    O Cartão Fnac dá-te 10% desconto imediato sobre o preço de editor, não acumulável com outras promoções.

    Mais Informações Almadilha

    "Sophia de Mello Breyner Andresen: «Talvez eu vá ficando igual à almadilha da qual os pescadores dizem ser apenas água.» A voz de Sophia de Mello Breyner Andresen é uma das mais límpidas da poesia de língua portuguesa. Desde o seu primeiro livro, Poesia (1944), Sophia mostrou uma pertinaz paixão para a busca de uma linguagem capaz de recuperar a íntima e primordial potência das coisas e da palavra que a possa nomear.

    A sua busca formal indaga o real na tentativa de pôr a nu aquela espécie de núcleo da essência que vive na integridade primitiva das coisas. […] para Sophia a poesia, que ela própria definiu «a minha explicação com o universo», faz-se instrumento de busca ontológica: através da palavra ela pode definir e conhecer as coisas e clarificar a sua relação com elas.

    Através da palavra, que se quer exacta, essa relação que tem como fundamento o rigor e a intransigência formal, liga-se à verdade e, clarificando e tornando nítido o eixo principal da existência na relação do homem com o mundo, contribui também para a explicação da relação do homem com o homem. […]"

    Características detalhadasAlmadilha

    • Autor Federico Bertolazzi
    • Editor Documenta
    • Data de lançamento 13/05/2019
    • EAN 978-9898902726
    • ISBN 9789898902726
    • Dimensões 16 x 22 cm
    • Nº Páginas 192
    • Encadernação Capa Mole

    OUTRAS OBRAS de Federico Bertolazzi

    Ver também