As Linhas de Torres Vedras

Cristina Clímaco (Autor) Edição em Português
    As Linhas de Torres Vedras_0
    As Linhas de Torres Vedras
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Editor Colibri

      Ver todas as características

    • Face à iminência de uma 3ª invasão pelas tropas de Napoleão, Wellington elaborou em 1810 um plano de defesa de Portugal assente em 3 pontos: a edificação de uma linha de fortificações a norte da península de Lisboa - as Linhas de Torres Vedras -, retirada da população da Beira e da Estremadura para a retaguarda das fortificações, e a destruição de todos os meios de subsistência e de meios de produção que pudessem permitir às tropas francesas subsistirem na região. Wellington contava para o sucesso do seu plano com o... Ver mais

    • 1 novo desde 14,90 €  
    • 14,90 €

      Disponível

      Envio com Tracking : 4,44 €

      Envio Contra Assinatura : 4,79 €

      Imosver
      (Vendedor profissional)
      6866 venda(s)
      Estado do produto
      Novo
      País de expedição
      Espanha
      Prazo médio de entrega
      Entre 2 e 3 dias úteis
      Taxa de aceitação
      99,62%

      Comentários do vendedor :

      Envio em 1 a 2 dias úteis - Somos especialistas em vendas on-line e temos mais de 2.000.000 de itens nos nossos armazéns (não são efetuadas remessas para os Açores e a Madeira).

      Todas as ofertas
      • 14,90 € Custos de envio +4,44 €
        Disponível
        Novo
        Pro
        Imosver
        (6866)
    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • SPV Fnac
      7 dias por semana
    • Devoluções
      gratuitas em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Levantamento
      gratuito em loja

    Descrição As Linhas de Torres Vedras

    Face à iminência de uma 3ª invasão pelas tropas de Napoleão, Wellington elaborou em 1810 um plano de defesa de Portugal assente em 3 pontos: a edificação de uma linha de fortificações a norte da península de Lisboa - as Linhas de Torres Vedras -, retirada da população da Beira e da Estremadura para a retaguarda das fortificações, e a destruição de todos os meios de subsistência e de meios de produção que pudessem permitir às tropas francesas subsistirem na região. Wellington contava para o sucesso do seu plano com o nacionalismo do povo português ao qual pediu o sacríficio de se arruinar e de arruinar o país para o salvar das garras da águia francesa. O estado de devastação em que se encontrou Portugal após a retirada dos franceses, em Março de 1811, mostra a violência intrínseca a um tal plano, sem dúvida genial se considerado do ponto de vista da arte das fortificações, mas na concepção do qual a dimensão humana não foi tida em conta.

    Características detalhadasAs Linhas de Torres Vedras

    • Autor Cristina Clímaco
    • Editor Colibri
    • EAN 978-9896890292
    • ISBN 9789896890292
    • Nº Páginas 216
    • Encadernação Capa Mole

    Ver também