Átrio

Alberto de Lacerda (Autor) Lançado em abril de 1997 Edição em Português
    • Átrio_0
    Átrio

    Venda o seu Átrio com apenas alguns cliques,
    em fnac.pt

    1. Vende o teu produto
    2. Um cliente compra o teu produto
    3. Envia o teu produto
    4. Recebe o pagamento
    Passar para conta Pro!
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Data de lançamento abril 1997
      Editor Imprensa Nacional Casa Moeda - INCM
      Coleção Biblioteca de Autores Portugueses

      Ver todas as características

    • Tido, desde as suas primeiras obras, como um dos maiores poetas portugueses da sua geração por críticos como João Gaspar Simões, Adolfo Casais Monteiro e Jorge de Sena, Alberto de Lacerda foi considerado por René Char um dos mais significativos poetas europeus da segunda metade do século e um dos poucos possuidores de uma voz verdadeiramente universal, juízos que este seu novo livro, no seu depurado lirismo, a um tempo clássico e romântico, plenamente confirma. Natural da Ilha de Moçambique, Alberto de Lacerda (1928), viveu... Ver mais

    • 7,57 €
      6,81 €

      Encomenda ao editor, entrega em 1 a 2 semanas

      Recebe numa morada a partir de 2,50 €

      Em loja

      Levantamento gratuito

      Ver disponibilidade em loja

      Ver todas as opções e detalhes de entrega
    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • SPV Fnac
      7 dias por semana
    • Devoluções
      gratuitas em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Levantamento
      gratuito em loja

    1 oferta especial Átrio

    • Vantagem Aderente: 10% Desconto imediato
    10% desconto imediato em livros
    O Cartão Fnac dá-te 10% desconto imediato sobre o preço de editor, não acumulável com outras promoções.

    Mais Informações Átrio

    Tido, desde as suas primeiras obras, como um dos maiores poetas portugueses da sua geração por críticos como João Gaspar Simões, Adolfo Casais Monteiro e Jorge de Sena, Alberto de Lacerda foi considerado por René Char um dos mais significativos poetas europeus da segunda metade do século e um dos poucos possuidores de uma voz verdadeiramente universal, juízos que este seu novo livro, no seu depurado lirismo, a um tempo clássico e romântico, plenamente confirma.

    Natural da Ilha de Moçambique, Alberto de Lacerda (1928), viveu em Lisboa, fixando-se mais tarde em Londres e, posteriormente, nos Estados Unidos da América, onde leccionou na Universidade de Boston. Colaborou na Távola Redonda.

    Publicou, entre outros, os seguintes livros: "77 Poems" (edição bilingue), 1955; "Palácio", 1961; "Exílio", 1963; "Tauromagia", 1981; "Oferenda I e II", 1984 e 1994; "Elegias de Londres", 1987; "Meio-dia", 1988; "Sonetos", 1991.

    Características detalhadasÁtrio

    OUTRAS OBRAS de Alberto de Lacerda

    Ver também