Auto da Barca do Inferno

Gil Vicente (Autor) VICENTE, GIL (Autor) Lançado em outubro de 2012 Edição em Português
    Auto da Barca do Inferno_0
    Auto da Barca do Inferno
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Data de lançamento outubro 2012
      Editor A Bela e o Monstro
      Coleção Klassicos

      Ver todas as características

    • “A primeira representação que se conhece de Gil Vicente é o Auto de uma visitação, também conhecida por Monólogo do Vaqueiro, representado em 8 de Junho de 1502, nos aposentos da rainha, para celebrar o nascimento do herdeiro da coroa, o futuro D. João III. Responsável pelos «autos d’el-rei», Gil Vicente esteve ao serviço de D. Manuel I até 1521, muito protegido pela Rainha D. Leonor, viúva de D. João II, e depois pelo próprio D. João III, pelo menos até 1536, data da sua última peça, Floresta de Enganos, e ano em que terá... Ver mais

    • Vendido pela Fnac  
    • 1 novo desde 3,99 €  
    • 3,99 €

      Disponível

      Envio normal : 2,99 €

      Envio com Tracking : 4,44 €

      Envio Contra Assinatura : 4,79 €

      Oceanum
      (Vendedor profissional)
      2055 venda(s)
      Estado do produto
      Novo
      País de expedição
      Portugal Continental
      Prazo médio de entrega
      Entre 2 e 10 dias úteis
      Taxa de aceitação
      99,22%

      Comentários do vendedor :

      Expedição até 48h após recepção de encomenda. Tempo de entrega: até 10 dias úteis após confirmação de encomenda.

      Todas as ofertas
      • 3,99 € Custos de envio +2,99 €
        Disponível
        Novo
        Pro
        Oceanum
        (2055)
    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • SPV Fnac
      7 dias por semana
    • Devoluções
      gratuitas em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Levantamento
      gratuito em loja

    Descrição Auto da Barca do Inferno

    “A primeira representação que se conhece de Gil Vicente é o Auto de uma visitação, também conhecida por Monólogo do Vaqueiro, representado em 8 de Junho de 1502, nos aposentos da rainha, para celebrar o nascimento do herdeiro da coroa, o futuro D. João III. Responsável pelos «autos d’el-rei», Gil Vicente esteve ao serviço de D. Manuel I até 1521, muito protegido pela Rainha D. Leonor, viúva de D. João II, e depois pelo próprio D. João III, pelo menos até 1536, data da sua última peça, Floresta de Enganos, e ano em que terá morrido. Continua hoje a discutir-se se será o mesmo Gil Vicente, ourives, que fez a custódia de Belém, realizada para o Mosteiro dos Jerónimos, em 1506.
    (...)
    Na sequência de tradições do teatro medieval o Auto da Barca do Inferno (1517) desenvolve o tema da morte e do destino das almas em função da vida passada na terra. Talvez porque medita sobre uma questão que importa a toda a humanidade, continua, ainda hoje, a interessar o público contemporâneo e a fazer rir pela exposição irónica de pecados e faltas de personagens representativas de diferentes grupos sociais do início do século XVI.”
    Isabel Pires de Lima

    Características detalhadasAuto da Barca do Inferno

    OUTRAS OBRAS de Gil Vicente

    Ver também