Auto da Barca do Inferno

Gil Vicente (Autor) VICENTE, GIL (Autor) Edição em Português
    • Auto da Barca do Inferno_0
    • Auto da Barca do Inferno_1
    Auto da Barca do Inferno

    Venda o seu Auto da Barca do Inferno com apenas alguns cliques,
    em fnac.pt

    1. Vende o teu produto
    2. Um cliente compra o teu produto
    3. Envia o teu produto
    4. Recebe o pagamento
    Passar para conta Pro!
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Editor Porto Editora
      Coleção Educação Literária

      Ver todas as características

    • Depois de falecerem, um Fidalgo, um Onzeneiro, um Parvo, um Sapateiro, um Frade, uma Alcoviteira, um Corregedor, um Procurador, um Enforcado e quatro Cavaleiros chegam a um cais e encontram um Anjo e um Diabo que os transportarão ao seu derradeiro destino: o Paraíso ou o Inferno! O que dizem ao Anjo para o convencerem a levá-los para o desejado Paraíso? Como tentam fugir ao Diabo? E o que realmente terão feito em vida para merecem um ou outro destino…?
      A Coleção Educação Literária reúne obras de referência da literatura...
      Ver mais

    • Vendido pela Fnac  6,16 €
    •   1 usado ou recondicionado desde 7 €
    • Todas as ofertas
      • 7 € Custos de envio +2,99 €
        Disponível
        Segunda mão - Como novo
        Particular
        Acunha
        (69)
    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • SPV Fnac
      7 dias por semana
    • Devoluções
      gratuitas em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Levantamento
      gratuito em loja

    Descrição Auto da Barca do Inferno

    Depois de falecerem, um Fidalgo, um Onzeneiro, um Parvo, um Sapateiro, um Frade, uma Alcoviteira, um Corregedor, um Procurador, um Enforcado e quatro Cavaleiros chegam a um cais e encontram um Anjo e um Diabo que os transportarão ao seu derradeiro destino: o Paraíso ou o Inferno! O que dizem ao Anjo para o convencerem a levá-los para o desejado Paraíso? Como tentam fugir ao Diabo? E o que realmente terão feito em vida para merecem um ou outro destino…?


    A Coleção Educação Literária reúne obras de referência da literatura portuguesa e universal indicadas pelas Metas Curriculares de Português do Ensino Básico e Secundário.

    Escolhas dos nossos vendedores

    maria silva FNAC Almada

    Auto da Barca do Inferno. Gil Vicente

    Quem embarcará rumo ao Inferno? 14 personagens enfrentam o seu julgamento pelas mãos de Gil Vicente. O Diabo espera recebê-los na sua Barca, apenas alguns poderão seguir com o Anjo rumo ao Paraíso. Uma leitura obrigatória para os estudantes do 9ºano, que espelha a Literatura do século XVI.

    Características detalhadasAuto da Barca do Inferno

    • Autor Gil Vicente
      VICENTE, GIL
    • Editor Porto Editora
    • Coleção Educação Literária
    • EAN 978-9720726995
    • ISBN 9789720726995
    • Dimensões 12,8 x 19,8 x 0,5 cm
    • Nº Páginas 64
    • Encadernação Capa Mole
    • Idade Recomendada + 10 anos
    • Metas Curriculares 9º Ano
    • PNL Idade 12-14 anos
    • PNL Nível de Leitura Leitura Fluente

    OUTRAS OBRAS de Gil Vicente

    OPINIÕES DOS NOSSOS CLIENTES Auto da Barca do Inferno

    Condições de Utilização
    4/5
    • 1
      0
    • 2
      0
    • 3
      1
    • 4
      0
    • 5
      1
    Opiniões Verificadas
    5 Livro de biblioteca Publicado em 20 abr 2019

    Livro digno de se ter na biblioteca, pois, basta ter sido escrito pelo pai do teatro português Gil Vicente. Para pessoas que gostem de cultura e jovens em fase de aprendizagem.


     Este comentário foi útil?

    3 Auto da Barca do Inferno, de Gil Vicente Publicado em 18 out 2015

    Li este livro no âmbito do Plano Nacional de Leitura do 9º ano e confesso que não achei o livro nada de especial. A leitura por vezes era um pouco "complexa" (devido ao vocabulário típico da época), mas chega-se a um ponto que flui naturalmente. Apesar de a obra conseguir o seu objetivo principal - criticar a sociedade - esperava que tivesse mais enredo e não fosse tão previsível. Apesar da obra mostrar criatividade nos detalhes como por exemplo a ideia de um cais como um "tribunal" onde as almas são julgadas, houve falta de ação, de enredo.


     Este comentário foi útil?

    Ver também