Música

BOWIE 70: um tributo às músicas que fizeram a nossa história

ExpertFnac
Por ExpertFnac
Em 17/02/2017
168
BOWIE 70: um tributo às músicas que fizeram a nossa história

Untitled-1

 

O projeto BOWIE 70 é uma paixão de David Fonseca que meteu as mãos à obra e reuniu um elenco muito especial para celebrar um dos maiores nomes da história da Música: David Bowie. Os convidados deste disco incluem Afonso Rodrigues (Sean Riley), Ana Moura, Aurea, António Zambujo, Camané, Catarina Salinas (Best Youth), Márcia, Marta Ren, Manuela Azevedo, Rita Redshoes, Rui Reininho e o próprio David Fonseca, emprestam a sua voz a alguns dos temas mais emblemáticos de David Bowie.

David Fonseca refere: “A ideia de fazer canções e versões do David Bowie assustava-me um bocadinho porque eu sou um fã gigantesco do trabalho dele, e muitas das músicas cruzam-se com a minha história pessoal. Mais do que um disco de versões, é uma espécie de uma carta de amor de um fã.”

bowie-70-capa2

Falemos um pouco sobre os temas originais:


Absolute Beginners

Esta música de 1986 fez parte da banda sonora de um filme com o mesmo nome. Apesar do insucesso da obra, o tema chegou ao segundo lugar dos tops britânicos e foi um dos maiores sucessos comerciais de Bowie nos anos 80. “If our love song could fly over mountains”


Modern Love

A primeira música do décimo quinto álbum de David Bowie. Estamos a falar do LP “Let’s Dance”, o magnum opus de Bowie dos anos 80. Nesta música inspirou-se no cantor Little Richard e o principal tema do disco é a luta entre Deus e o Homem, daí a linha "Get me to the church on time" 


Let’s Dance

Um dos maiores sucessos da sua carreira. Estreou-se no Reino Unido no número 5. Este tema foi produzido por Nile Rodgers – responsável também por “Lucky” dos Daft Punk. Esta música foi o tapete de entrada para um público jovem que desconhecia a anterior carreira de cantor. Um pedaço de trivia interessante: o solo de guitarra no final do tema é tocado pelo guitarrista Stevie Ray Vaughn. “Put on your red shoes and dance the blues”


Space Oddity

O primeiro sucesso! Era o verão do amor! Era o verão de 1969! Estávamos na Swingin London, e o tema do dia era a chegada à lua. Bowie, um visionário, criou uma música que captasse todo o ambiente daquela época. A canção é sobre o Major Tom, um astronauta fictício, mais tarde revisitado em músicas como Ashes to ashes e Hallo Spaceboy. A par com a música Rocket Man de Elton John, são as músicas que melhor captam o tema da conquista espacial. “Check ignition and may God's love be with you (two, one, liftoff)”.


Blue Jean

Tema de 1984 do álbum “Tonight”. Foi lançado com uma curta-metragem “Jazzin’ for Blue Jean” de 21 minutos, realizada por Julien Temple, para promover o álbum. David Bowie descreve a música como: “um pedaço de rock ‘n rol sexista. É sobre engatar miúdas. Essa peça não é muito cerebral.” Jazzin' for Blue Jean (Oh, and when my Blue Jean's blue)”


Fame

Escrita por Carlos Alomar (guitarrista/compositor que acompanhava os Duran Duran) e um músico desconhecido chamado John Lennon ;). Se ouvirem com atenção conseguem distinguir a voz do John Lennon nos vocais de apoio. David estava em Nova Iorque a gravar as Young Americans Sessions com Carlos Alomar, Lennon, que estava a assistir às gravações, começou a cantar “AIM” por cima do rift da guitarra, que mais tarde foi transformado em “Fame”. “Is it any wonder?”


This is not America

Fez parte da banda Sonora do filme “The Falcon and the Snowman” e é uma parceria de David Bowie com a banda de jazz fusion “Pat Metheny Group”. É uma balada que Metheny descreve como: “As palavras de Bowie são profundas e significantes e são perfeitas para o contexto do filme.” “Snowman melting from the inside / Falcon spirals to the ground”.


The man who sold the world

Mais um tema com o mesmo nome do álbum. A personagem desta música encontra um género de doppelgänger, como refere a música “I never lost control” que mais tarde é substituída por “we never lost control”. É um género de ode aos párias sociais, sendo mesmo comparado com as obras de H. P. Lovecraft . “Last night I saw upon the stair / A little man who wasn’t there / He wasn’t there again today / Oh, how I wish he’d go away…”


Starman

 

Eis que entra Ziggy Stardust em cena. Ziggy trazia uma mensagem de esperança através da rádio, salvação essa sob a forma de um alien “Starman”. A história desta música é contada pelo ponto de vista de um jovem fã de Ziggy Stardust and the Spiders from Mars. Ziggy não é Starman, mas sim o seu mensageiro na Terra. Esta música segue as linhas rítmicas de um futuro álbum de David Bowie “Hunky Dory”, depois da muito pública morte de Ziggy Stardust. “There's a starman waiting in the sky / He'd like to come and meet us / But he thinks he'd blow our minds”


Where are we now?

Primeiro single do seu penúltimo álbum “The next day” lançado no seu dia de aniversário de 2013, apanhando-nos todos de surpresa. A ideia de David era o single saír no itunes sem qualquer publicidade. Não durou muito até que os fãs o descobrissem. A história da música é bastante simples: fala-nos de uma pessoa no outono e de uma memória de tempos desperdiçados. “Where are we now, where are we now? / The moment you know, you know, you know”.


Lazarus

Ainda nos custa ouvir esta música. É o seu canto de cisne, o último single lançado apenas alguns dias antes da morte, 23 dias antes para ser mais exacto. Tony Visconti, colaborador/produtor de longa data, descreve esta música, assim como o álbum Blackstar, um epitáfio próprio, ou seja, um comentário de Bowie à sua morte iminente. O mundo fica mais pobre sem DAVID BOWIE.


Look up here, I'm in heaven

I've got scars that can't be seen

I've got drama, can't be stolen

Everybody knows me now

Look up here, man, I'm in danger


I've got nothing left to lose

I'm so high, it makes my brain whirl

Dropped my cell phone down below

Ain't that just like me?


By the time I got to New York

I was living like a king

There I used up all my money

I was looking for your ass


This way or no way

You know I'll be free

Just like that bluebird

Now, ain't that just like me?


Oh, I'll be free

Just like that bluebird

Oh, I'll be free

Ain't that just like me?

 

A tua nota : Je détesteJe n'aime pasCa vaJ'aimeJ'adore
1 relacionado
Bowie 70 - CD + DVD

Bowie 70 - CD + DVD

Vários/Nacional, David Bowie Ver todo o seu universo, David Fonseca Ver todo o seu universo CD | CD Álbum | Sony Music / Universal Music | fevereiro de 2017 a partir de :12,99 €