«Banqueiro Anarquista» e «Alma do Homem Sob a Égide do Socialismo»

Fernando Pessoa (Autor) Oscar Wilde (Autor) Lançado em junho de 2016 Edição em Português
    «Banqueiro Anarquista» e «Alma do Homem Sob a Égide do Socialismo»_0
    «Banqueiro Anarquista» e «Alma do Homem Sob a Égide do Socialismo»
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Data de lançamento junho 2016
      Editor Guerra & Paz
      Coleção Livros Amarelos

      Ver todas as características

    • Este livro apresenta um conto de Fernando Pessoa em confronto com um manifesto de Oscar Wilde. É um livro atravessado por duas ideias de anarquismo. No conto de Fernando Pessoa, o anarquismo é o espantalho que um banqueiro atira ao ar e volta a apanhar. No manifesto de Oscar Wilde, o anarquismo é a nuvem de harmonia que conduz ao Individualismo no qual o homem atinge a perfeição. O Banqueiro Anarquista, de Pessoa, é um prodígio de ironia, "A Alma do Homem Sob a Égide do Socialismo", de Wilde, é a exaltação da Beleza. A... Ver mais

    • 15,50 €
      13,95 €

      Apenas 1 em stock

      Recebe numa morada a partir de 2,50 €

      Em loja

      Levantamento gratuito

      Ver disponibilidade em loja

      Ver todas as opções e detalhes de entrega
    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • SPV Fnac
      7 dias por semana
    • Devoluções
      gratuitas em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Levantamento
      gratuito em loja

    1 oferta especial «Banqueiro Anarquista» e «Alma do Homem Sob a Égide do Socialismo»

    • Vantagem Aderente: 10% Desconto imediato
    10% desconto imediato em livros
    O Cartão Fnac dá-te 10% desconto imediato sobre o preço de editor, não acumulável com outras promoções.

    Descrição «Banqueiro Anarquista» e «Alma do Homem Sob a Égide do Socialismo»

    Este livro apresenta um conto de Fernando Pessoa em confronto com um manifesto de Oscar Wilde. É um livro atravessado por duas ideias de anarquismo. No conto de Fernando Pessoa, o anarquismo é o espantalho que um banqueiro atira ao ar e volta a apanhar. No manifesto de Oscar Wilde, o anarquismo é a nuvem de harmonia que conduz ao Individualismo no qual o homem atinge a perfeição. O Banqueiro Anarquista, de Pessoa, é um prodígio de ironia, "A Alma do Homem Sob a Égide do Socialismo", de Wilde, é a exaltação da Beleza. A ligar os dois textos já clássicos, um ensaio de Manuel S. Fonseca tenta mostrar diferenças e pontos de aproximação entre os dois autores.
    Biografias muito especiais de Fernando Pessoa e de Oscar Wilde.

    Características detalhadas«Banqueiro Anarquista» e «Alma do Homem Sob a Égide do Socialismo»

    OUTRAS OBRAS de Fernando Pessoa

    OPINIÕES DOS NOSSOS CLIENTES «Banqueiro Anarquista» e «Alma do Homem Sob a Égide do Socialismo»

    Condições de Utilização

    Ver também