• Loja
  • Blog FNAC
Música

Bob Dylan: 3 razões que justificam o Nobel

ExpertFnac
Por ExpertFnac
Em 17/10/2016
693
Bob Dylan: 3 razões que justificam o Nobel

dylan 3

A Internet está bastante dividida em relação ao tema do dia: Bob Dylan é o vencedor do Prémio Nobel da Literatura. Enquanto uns reclamam que um músico/compositor não tem o direito ou sequer estatuto para ser galardoado com maior prémio literário, outros dizem que o reconhecimento já vem tarde. (Há ainda quem afirme que a academia sueca devia criar um Nobel especial só para Bob Dylan.)

 

1. Compor um movimento artístico

dylan

 

O New York Times escreve uma peça a 28 de setembro de 2013 que promete ser um dos artigos mais partilhados desta semana. O título, “Knock, Knock, Knocking on Nobel’s Door”, fala por si. Nesse artigo, Bill Wyman refere cinco palavras fundamentas: catalisador, movimento, artístico, prémio e Nobel. Cinco palavras que (agora) já podem ser arrumadas em apenas duas: Bob Dylan.

Wyman argumenta que, 50 anos depois, à semelhança do que acontece com grande parte dos vencedores do Nobel literário, a riquíssima escrita de Dylan ainda estala com relevância. Isto não é uma opinião, mas sim um facto histórico. Temas como “Blowin’ in the Wind” alimentaram o movimento a favor dos direitos humanos que marcou os anos 60, e inspirou poetas, escritores e ativistas durante décadas. De acordo com a Rolling Stone, que incluiu o tema na lista “500 Greatest Songs of All Time”, a letra da música é como que um bom augúrio à mudança (uma mudança que tem de acontecer, e aconteceu).

 

2. Música também é literatura

dylan1

 

Outro facto indisputável é a pertinência das letras escritas por Dylan. As suas palavras são compostas com arte e engenho, revelando preocupações intemporais e nunca cedendo aos convencionalismos de estilo ou de mercado. Houve, desde sempre, um lirismo irredutível, único, repleto de personalidade e intenção, e foram poucos os poetas/escritores que viveram para ver o seu trabalho impactar o mundo desta forma. Dylan viveu em sintonia com esse impacto, e, felizmente, ainda vive para ser simbolicamente reconhecido por isso.

A verdade é que a ideia de a literatura andar de mão dada com a música já não é nova. Segundo as casas de apostas, Dylan era um dos principais candidatos a este prémio, e já há alguns anos que se fala na intenção de assinalar a sua carreira com o Nobel da Literatura. A academia sueca teve apenas a coragem de assumir isso mesmo.

 

3. “Like A Rolling Stone”


A todos os que estejam a ler isto e ainda duvidam se o reconhecimento é merecido, oiçam isto. Para os já conformados/extasiados, oiçam outra vez e partilhem a track.

E além de tudo isto que foi referido, Bob Dylan já recebeu a Presidential Medal of Freedom, 11 Grammys, um Oscar, um Globo de Ouro, um Pulitzer Honorário, um Polar Music Prize, e tantos outros. Como podem sequer pensar em negar-lhe um Nobel?

A tua nota : Je détesteJe n'aime pasCa vaJ'aimeJ'adore
Atenção Ocorreu um erro, por favor, tenta novamente mais tarde.