Caminho Aberto

António Costa (Autor) António Costa (Autor) Lançado em fevereiro de 2012 Edição em Português
    Caminho Aberto_0
    Caminho Aberto
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Data de lançamento fevereiro 2012
      Editor Quetzal Editores

      Ver todas as características

    • Não planeei estes 20 anos, nem programei os próximos 20. A política não é uma carreira. A ação política é a forma que encontrei de viver uma cidadania responsável, de cumprir o dever de participar na sociedade em que vivemos. De ter a oportunidade de lutar por valores, concretizar ideias, conceber projetos e executá-los (;) no governo ou na oposição, como deputado, vereador, secretário de estado, ministro, eurodeputado e presidente de câmara. Este livro regista esse percurso. Não como livro de memórias, mas como testemunho... Ver mais

    • Vendido pela Fnac  14,21 €
    • 1 novo desde 17,76 €  
    • 17,76 € 14,21 €

      Em loja

      Levantamento gratuito

      Ver disponibilidade em loja

      Ver todas as opções e detalhes de entrega
    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • Levantamento
      gratuito em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Devoluções
      gratuitas em loja

    1 oferta especial Caminho Aberto

    • PROMOÇÃO POWER WEEK
    PROMOÇÃO POWER WEEK: Até 60% desconto imediato em Tecnologia, Livros e Entretenimento.
    Promoção Exclusiva Online, válida de 19 a 25 de maio de 2020.
    Aplicável nos artigos assinalados vendidos pela Fnac.pt (exclui eBooks, Pré-vendas e Marketplace, exceto nos artigos assinadados como “Promoção Oportunidade”).
    Limitado ao stock existente, não acumulável com outras promoções nem com os descontos Cartão Fnac.
    Artigos de Tecnologia limitados a 2 unidades por NIF.

    Descrição Caminho Aberto

    Não planeei estes 20 anos, nem programei os próximos 20. A política não é uma carreira. A ação política é a forma que encontrei de viver uma cidadania responsável, de cumprir o dever de participar na sociedade em que vivemos. De ter a oportunidade de lutar por valores, concretizar ideias, conceber projetos e executá-los (;) no governo ou na oposição, como deputado, vereador, secretário de estado, ministro, eurodeputado e presidente de câmara. Este livro regista esse percurso. Não como livro de memórias, mas como testemunho de causas e combates, ideias e ações. Nesta medida é uma prestação de contas, que faço com gosto. Mas é ao mesmo tempo, mais que não seja para meu uso próprio, um registo de experiências sobre o método e o modo de fazer política. São pistas que julgo úteis no presente e para o futuro. Daniel Innerarity disse que a política é, «fundamentalmente, uma aprendizagem da deceção». Nunca aceitei essa fatalidade. É claro que já tive muitas deceções. Mas com elas não aprendi a conformar-me. Pelo contrário, fortaleceram sempre em mim a determinação para prosseguir, assumindo os erros e corrigindo o percurso, procurando compromissos que permitam vencer os obstáculos ou, simplesmente, prosseguir a luta com um empenho redobrado se nada houver a corrigir ou a negociar. (;) Os textos que aqui reúno são de diferente natureza. Artigos de opinião, discursos, declarações de voto. Publicados ao longo de anos, de Janeiro de 1992 até 2011. Sobre temas diversos, das questões locais às europeias, das reformas do sistema político ao combate à criminalidade. Foram escritos em múltiplas funções, estilos e suportes. Não são textos de intenção literária, mas de intervenção política.

    Características detalhadasCaminho Aberto

    OUTRAS OBRAS de António Costa

    Ver também