Canção doce

Lançado em dezembro de 2017 (ePub) em Português
    • Canção doce_0
    Canção doce

    Venda o seu Canção doce com apenas alguns cliques,
    em fnac.pt

    1. Vende o teu produto
    2. Um cliente compra o teu produto
    3. Envia o teu produto
    4. Recebe o pagamento
    Passar para conta Pro!
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Data de lançamento dezembro 2017
      Editor Alfaguara
      Formato ePub

      Ver todas as características

    • Um romance-reflexão sobre a sociedade de hoje.
      Com uma escrita cirúrgica e tensa, eivada de um lirismo enigmático, o mistério instala-se desde a primeira página, um mistério que é tanto sobre as razões do drama como o das profundezas insondáveis da alma humana. Vencedor do Prémio Goncourt 2016, o mais importante prémio literário francês.

    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • SPV Fnac
      7 dias por semana
    • Devoluções
      gratuitas em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Levantamento
      gratuito em loja

    Resumo Canção Doce

    Prémio Goncourt 2016

    Uma obra magistral sobre o pior pesadelo de quem é pai: a morte dos filhos.
    Um romance que conquistou a crítica literária internacional e mais de 500 mil leitores em todo o mundo.

    Mãe de duas crianças pequenas, Myriam decide retomar a actividade profissional num escritório de advogados, apesar das reticências do marido. Depois do minucioso processo de selecção de uma ama, o casal escolhe Louise. A ama rapidamente conquista o coração dos pequenos Adam e Mila e a admiração dos pais, tornando-se uma figura imprescindível na casa da jovem família.

    O que Myriam e Paul não suspeitam - ou o que não querem ver - é que a sua pequena família é o único vínculo de Louise à normalidade. Pouco a pouco, o afecto e a atenção vão dando lugar a uma interdependência sufocante, com o cerco a apertar-se a cada dia, até desembocar num drama irremediável.

    Com um olhar incisivo sobre esta pequena família, Leïla Slimani aponta o foco para um palco maior: a sociedade moderna, com as suas debilidades e contradições. Com uma escrita cirúrgica e tensa, eivada de um lirismo enigmático, o mistério instala-se desde a primeira página, um mistério que é tanto sobre as razões do drama desta família como o das profundezas insondáveis da alma humana.

    Sobre Canção doce**:**
    «Leïla Slimani orienta toda a sua capacidade de inquisição às relações domésticas. O romance agarra o leitor com uma força incrível, que deve tanto à mestria da narração como a uma escrita seca, clínica, precisa.»
    Le Monde

    «A violência e a ausência de sentimentalismo são as marcas de fabrico das histórias imaginadas pela autora. Este livro faz de Slimani a cronista de um modo de vida contemporâneo: a vida de casais na casa dos quarenta, citadinos, educados e bem na vida.»
    Libération

    «LeïlaSlimani apresenta, com uma mestria excepcional, uma tragédia social fascinante, inquietante, edificante. Uma cruel canção de embalar, Canção doce expõe, num quadro íntimo do quotidiano, a relação entre senhor e escravo. Um grande livro.»
    La Croix

    «Um romance magistral e aterrador.»
    Lire

    «Fica-se fascinado com a força e o talento de Leïla Slimani para descrever a humanidade naquilo que ela tem de insondável.»
    Page

    «Um feito digno de nota e uma confirmação de Leïla Slimani como uma escritora de grande talento.»
    Le Point

    «Uma força que seduz e que permanece no leitor muito tempo depois de fechar o livro.»
    La République

    Características detalhadasCanção Doce

    • Autor Leïla Slimani
    • Editor Alfaguara
    • Data de lançamento 19/04/2017
    • EAN 978-9896652234
    • ISBN 9789896652234
    • Dimensões 23,5 x 15 cm
    • Nº Páginas 216
    • Encadernação Capa mole

    CARACTERÍSTICAS DO EBOOK

    • Formato ePub
    • Editor Alfaguara
    • Data de lançamento dezembro 2017
    • EAN 9789896653729
    QUE FORMATO PARA O MEU EBOOK?

    OUTRAS OBRAS de Leïla Slimani

    3/5
    • 1
      0
    • 2
      0
    • 3
      1
    • 4
      0
    • 5
      0
    Opiniões Verificadas
    3 Goncourt já não é o que era Publicado em 10 mai 2019

    A primeira frase é arrasadora. As primeiras 20 páginas são de grande recorte literário. As 20 seguintes de grande nível. A partir daí uma vulgaridade totalmente previsível, uma escrita sem rasgo ... uma história linear na sua decadência narrativa até a um final sem surpresas...


     Este comentário foi útil?

    Ver também