Cartas 1925-1975: Arendt-Heidegger

Hannah Arendt (Autor) Martin Heidegger (Autor) Lançado a 2 novembro 2017 Edição em Português
    • Cartas 1925-1975: Arendt-Heidegger_0
    Cartas 1925-1975: Arendt-Heidegger

    Venda o seu Cartas 1925-1975: Arendt-Heidegger com apenas alguns cliques,
    em fnac.pt

    1. Vende o teu produto
    2. Um cliente compra o teu produto
    3. Envia o teu produto
    4. Recebe o pagamento
    Passar para conta Pro!
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Data de lançamento 02/11/2017
      Editor Guerra & Paz

      Ver todas as características

    • As cartas do amor proibido de Arendt e Heidegger. Que estranha afinidade electiva poderá ter juntado a estudante judia e o filósofo filiado no partido nazi? Este é o diálogo entre duas das mais importantes vozes filosóficas do século XX. Arendt conheceu Heidegger na Universidade de Marburgo. Ela era estudante, ele era professor. Ela tinha 19 anos. O professor tinha 36 e era casado. Tiveram uma relação amorosa, central na vida de ambos. Heidegger afirmou que o romance deles foi o «mais excitante, mais orientado e mais rico»... Ver mais

    • Vendido pela Fnac  24,30 €
    •   1 usado ou recondicionado desde 16 €
    • 27 €
      24,30 €

      Apenas 1 em stock

      Entrega gratuita

      Em loja

      Levantamento gratuito

      Ver disponibilidade em loja

      Ver todas as opções e detalhes de entrega
    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • SPV Fnac
      7 dias por semana
    • Devoluções
      gratuitas em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Levantamento
      gratuito em loja

    1 oferta especial Cartas 1925-1975: Arendt-Heidegger

    • Vantagem Aderente: 10% Desconto imediato
    10% desconto imediato em livros
    O Cartão Fnac dá-te 10% desconto imediato sobre o preço de editor, não acumulável com outras promoções.

    Mais Informações Cartas 1925-1975: Arendt-Heidegger

    As cartas do amor proibido de Arendt e Heidegger. Que estranha afinidade electiva poderá ter juntado a estudante judia e o filósofo filiado no partido nazi?

    Este é o diálogo entre duas das mais importantes vozes filosóficas do século XX. Arendt conheceu Heidegger na Universidade de Marburgo. Ela era estudante, ele era professor. Ela tinha 19 anos. O professor tinha 36 e era casado. Tiveram uma relação amorosa, central na vida de ambos. Heidegger afirmou que o romance deles foi o «mais excitante, mais orientado e mais rico» período da sua vida e que essa criatividade foi fecundadora do Ser e Tempo – a mais importante e seminal das suas obras. Como é que se pode compreender que Hannah Arendt e Martin Heidegger – a judia alemã que denunciou o totalitarismo e o filósofo seduzido pelo nazismo – tenham sido amantes antes da Guerra e tenham voltado a ser amigos depois do Holocausto?

    Características detalhadasCartas 1925-1975: Arendt-Heidegger

    OUTRAS OBRAS de Hannah Arendt

    OPINIÕES DOS NOSSOS CLIENTES Cartas 1925-1975: Arendt-Heidegger

    Condições de Utilização

    Ver também