Cidadela

Antoine de Saint-Exupéry (Autor) Lançado em novembro de 1996 Edição em Português
    Cidadela_0
    Cidadela
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Data de lançamento novembro 1996
      Editor Editorial Presença
      Coleção Grandes Narrativas
    • «Um empreendimento de amigos», é como Ruy Belo define os dois anos que demorou a traduzir A Cidadela de Antoine de Saint-Exupéry. Aos conceitos, imagens e coração do autor, Ruy Belo ofereceu palavras, consciente de que a tradução é em si mesma imperfeita e criadora de uma nova obra literária. Cidadela é impossível de inserir num género específico, pois é composta por um léxico próprio, de vocábulos iluminados por um sentido outro. O sentido do que é autêntico, sincero e participado, pois, para Saint-Exupéry, só quem... Ver mais

    • Vendido pela FNAC  22,72 €
    • 2 novos Marketplace desde 22,72 €  
    • Todas as ofertas
      • 22,72 € Custos de envio +2,99 €
        Disponível
        Novo
        Pro
        Oceanum
        (4193)
      • 24,03 € Custos de envio +2,98 €
        Disponível
        Novo
        Pro
        PROMOBOOKS
        (2844)
    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • Levantamento
      gratuito em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Devoluções
      gratuitas em loja

    Avaliação da FNAC

    «Um empreendimento de amigos», é como Ruy Belo define os dois anos que demorou a traduzir A Cidadela de Antoine de Saint-Exupéry. Aos conceitos, imagens e coração do autor, Ruy Belo ofereceu palavras, consciente de que a tradução é em si mesma imperfeita e criadora de uma nova obra literária. Cidadela é impossível de inserir num género específico, pois é composta por um léxico próprio, de vocábulos iluminados por um sentido outro. O sentido do que é autêntico, sincero e participado, pois, para Saint-Exupéry, só quem colabora é. E Cidadela é, porque reflecte o coração do homem simultaneamente singular e universal que procura e se pacifica ao considerar o silêncio como uma das respostas possíveis. Nas suas palavras: «A pedra não tem esperança de ser outra coisa que não pedra. Mas ao colaborar, ela congrega-se e torna-se templo».

    Opiniões dos nossos clientes : 1 artigos Cidadela

    4/5
    • 0
      1
    • 0
      2
    • 0
      3
    • 1
      4
    • 0
      5
    A mais útil
    Bruno Santos
    Publicada a 05 out 2011

    Eleva o espírito

    Imagine que tem a oportunidade de conviver com alguém que conhece as pessoas, a vida e o seu valor, dotado de uma sapiência incomum, com uma notável retórica poética. É assim o período que demorará a leitura desta obra, que infelizmente nunca poderá ser completada pelo seu autor.

    Saber tudo sobre

    Antoine de Saint-Exupéry

    Autor
    Antoine de Saint-Exupéry nasceu em Lyon, em 1900. Desde cedo sentiu grande vocação para a aventura. A sua maior ambição era ser oficial da marinha, mas ao chumbar no exame de admissão, enveredou pela aviação. Tornou-se assim piloto aos 27 anos e participou ativamente em perigosas missões sobre o Mediterrâneo, o Deserto do Sahara e os elevados cumes da Cordilheira dos Andes. Voar era para Saint-Exupéry uma reflexão sobre a solidão, a amizade, o verdadeiro significado da vida, a condição humana... Ler mais

    Outras obras de Antoine de Saint-Exupéry

    Características detalhadas

    Data de lançamento

    novembro 1996

    Coleção

    Grandes Narrativas

    EAN

    978-9722321174

    ISBN

    9789722321174

    Dimensões

    15 x 23 cm

    Nº Páginas

    524

    Encadernação

    Capa mole

    Nº Coleção

    22