• Loja
  • Blog FNAC
Cinema / Séries

Cinema: 15 bandas sonoras que jamais esquecerás

ExpertFnac
Por ExpertFnac
Em 24/10/2016
930
Cinema: 15 bandas sonoras que jamais esquecerás

reileao

Há vários aspetos que contribuem para a qualidade de um filme, a banda sonora é um deles. A música, ou a ausência dela, é um elemento fraturante para o sucesso de uma cena, fale-se de ação, romance, drama ou horror.

Há filmes cuja identidade está eternamente associada aos seus acordes, como é o caso de The Lord of the Rings ou Star Wars. Outros, servem-se da música com mestria para marcar ritmo cena após cena, como acontece em Interstellar e Mad Max: Fury Road. E há ainda aqueles que se servem da música para criar um mood irredutível e memorável – Blade Runner, The Godfather e Schindler’s List são alguns exemplos.

Faltarão seguramente inúmeros temas imortais a esta lista, mas os que aqui estão não deixam de ser alguns dos mais emblemáticos. 

apocalypsenow
Apocalypse Now

Esta obra-prima de Francis Ford Coppola é única por diversos motivos. O tema “The End”, dos The Doors, transporta um poder muito singular por si só. Mas a forma como o realizador a trabalha por detrás da câmara torna-a ainda mais arrebatadora. Excusado será mencionar o efeito da entrada de Ride of the Valkyries, de Wagner.

 

 

 

thegoodThe Good, The Bad and The Ugly 

Ennio Morricone, o homem que terá dito à sua esposa que deixaria de produzir música aos 40 anos, o mesmo que aos 87 anos arrecadou o Oscar na categoria de Melhor Banda Sonora para o filme The Hateful Eight, de Quentin Tarantino. Contudo, a carreira de Morricone ficou marcada pela sua cooperação com Sergio Leone, um dos mais marcantes realizadores das décadas de 60 e 70. Seria um crime não destacar um tema de The Good, The Bad and The Ugly.

  

 

 

 

thefountain
The Fountain

Clint Mansel é um dos nomes mais subvalorizados no universo da composição. É ele o braço direito do realizador Darren Aronofsky (também ele subvalorizado no seu ramo), tendo composto a banda sonora de Black Swan, Requiem For a Dream, Moon e do videojogo Mass Effect 3. Contudo, a sua obra de excelência é The Fountain – a música deste filme torna-o em algo simplesmente mágico.


 

 

 

 

potcPirates of the Caribbean

Muitos poderão revirar os olhos, mas a presença desta banda sonora era incontornável. Independentemente da qualidade de potc face outros aqui presentes, a música de Klaus Badelt gerou um movimento em Hollywood. Quantos trailers por ano incluem de excertos ou variações dos temas desta banda sonora? Facto é que Pirates of the Caribbean é um dos poucos filmes que consegue criar uma autêntica coreografia entre a ação do filme e a respetiva banda sonora, sem ela, os filmes perdiam todo o impacto.

 

 

 

bladerunner


Blade Runner

Esta há-de viver para sempre – o músico Vangelis certificou-se disso. O tom de Blade Runner é simplesmente indissociável da sua música, tão negra, melódica, clássica e sintética – uma combinação única, perfeita para o universo único de Ridley Scott.




 

 

 

senhordosaneis
The Lord of the Rings

Howard Shore fez ao universo de Tolkien o que provavelmente nenhum outro compositor conseguiu fazer ao universo dum escritor. É daquelas coisas inexplicáveis, mas a verdade é que as colinas do Shire, a muralhas de Edoras, as Torres de Minas Tirith e os penhascos de Mordor viverão imortais na música de Shore, e vice-versa.

 

 

 

schindlerSchindler’s List

Spielberg comprometeu-se em fazer um filme que conseguisse ser tão extraordinário quanto devastador. É seguro dizer que o conseguiu. Mas depois de o ter conseguido, terá pensado: “Não. Preciso de mais. Quero que qualquer pessoa que veja isto, fique não apenas impressionada, mas, de certa forma, destruída por dentro. Foi então que ligou a John Williams, pedindo-lhe que fizesse o que só ele sabe fazer. O resultado é este:


 

 

 

thelastsamuraiThe Last Samurai

Hans Zimmer é um dos maiores compositores de Hollywood, o que faz com que tenha muitos projetos. Dentro de tantos, torna-se difícil fugir aos metaformatos, mas quando Zimmer escapa, escapa mesmo. The Last Samurai é um perfeito exemplo disso. A ambiência oriental, composta ora por momentos lentos e poéticos, ora por momentos mais frenéticos, quase selváticos, é um espelho perfeito da narrativa de Edward Zwick.


 

 

 

madmax
Mad Max: Fury Road

Fury Road foi um daqueles filmes em que poucos acreditaram (Nem mesmo Tom Hardy, o ator principal, parecia motivado para a coisa). O sucesso, contudo, foi inegável. O mais recente Mad Max é um ensaio contra a digitalização desenfreada, um ensaio que deveria ser visto e revisto pelos produtores de de Hollywood. As cenas e o ritmo do filme não teriam o mesmo impacto sem os batuques ensurdecedores de Tom Holkenborg (Junkie XL).

 

 

 

interstellarInterstellar

Christopher Nolan depende muito de Hans Zimmer, e Hans Zimmer de Christopher Nolan. E ainda bem. É raro assistirmos a uma coligação de forças tão gigantescas que a dar resultados tão proporcionais. Desde Dark Knight a Inception, a equipa “Hans-Nolan” marcou o cinema como poucas equipas marcaram. O último caso foi também um dos mais irreverentes e sensacionais (no que à música toca) – Interstellar, onde a voz do órgão é quem manda.


 

 

 

hal90002001: Space Odyssey

Stanley Kubrick tinha uma relação muito singular com tudo. A música não era exceção. Dizem que era um martírio trabalhar com ele; que repetia takes centenas de vezes; dizem tambem que era um génio, e era mesmo – um daqueles raros, mesmo dentro da singularidade de um génio. Enquanto escrevia o argumento e realizava o filme, Kubrick ouvia Richard Strauss, Johann Strauss, Ligeti (etc), e chegando-se o final do filme apercebeu-se que faria tudo mais sentido atrás das notas destes compositores. E assim foi.

 

 

 

kill bill
Kill Bill

Para destacar o próximo tema, há dois agradecimentos devidos. O primeiro, e obviamente incontornável, ao compositor – Gheorghe Zamfir –, e o segundo, ao homem que ouve de tudo um pouco e que de imediato reconhece o potencial valor de uma música. O ouvido de Tarantino é um dos principais responsáveis pelo sucesso da sua carreira de realizador. Podíamos (devíamos até), fazer uma lista de “15 temas incríveis que hoje conhecemos graças a Quentin Tarantino”.

 

 

 

starwars
Star Wars

Este filme não precisa de contexto. E a banda sonora de John Williams muito menos. Em vez disso, debateremos sobre o tema que deve ser escolhido. Uma discussão impossível, portanto. Por um lado, poderíamos ir pelo óbvio e eleger o tema principal. Por outro, poderíamos ir pelo segundo mais óbvio e eleger a Marcha Imperial, because reasons. Mas, por outro lado, porque não a The Force Theme? Obrigado John Williams.

 

 

 

thegodfather
The Godfather

O tema principal de The Godfather tem um efeito semelhante ao duma gota gelada que nos desliza pela coluna abaixo. O vibrato agudo daquele violino, associado aos factos verídicos desta história, é arrepiante. O que não é necessariamente "mau" – afinal, estamos a falar de um clássico que é também uma obra-prima.



 

 

 

lion-king

The Lion King

Escolher um tema deste filme seria simplesmente impossivel. Por isso, escolhi uma cena, e garanto-vos que será mais do que suficiente:

 



A tua nota : Je détesteJe n'aime pasCa vaJ'aimeJ'adore

Anónimo

Em 13/12/2016

Concordo

8 relacionados
BSO Kill Bill Vol.1

BSO Kill Bill Vol.1

Vários/BSO, Vários/BSO, Quentin Tarantino CD | CD Álbum | Warner | a partir de :7,64 €
BSO Interstellar (Original Motion Picture Soundtrack)

BSO Interstellar (Original Motion Picture Soundtrack)

Hans Zimmer Ver todo o seu universo CD | CD Álbum | Sony Classical | a partir de :8,04 €
Blade Runner: The Final Cut

Blade Runner: The Final Cut

Ridley Scott Ver todo o seu universo, Harrison Ford Ver todo o seu universo, Rutger Hauer, Sean Young DVD Zona 2 | DVD | Warner | a partir de :7 €
BSO Schindler's List

BSO Schindler's List

Steven Spielberg Ver todo o seu universo, OST, John Williams, Vários/BSO CD | CD Álbum | Universal Music | a partir de :7,79 €
Star Wars: Original - Episódios IV, V e VI (DVD)

Star Wars: Original - Episódios IV, V e VI (DVD)

George Lucas Ver todo o seu universo, HARRISON FORD/CARRIE FISCHER, Mark Hamill, Harrison Ford Ver todo o seu universo DVD Zona 2 | DVD | Fox | outubro de 2015 a partir de :19,99 €
Atenção Ocorreu um erro, por favor, tenta novamente mais tarde.