• Loja
  • Blog FNAC
Tecnologia / Smartphones

Como tirar melhor partido do teu smartphone Android

BlogFNAC
Por BlogFNAC
Em 30/04/2018
466
Como tirar melhor partido do teu smartphone Android


Para quem já usa smartphones Android, as vantagens do sistema operativo são bem conhecidas. Mas há sempre novas dicas que podes pôr em prática e novidades que surgem com cada atualização. A última versão é a 9, Android Pie, que trouxe ainda mais facilidade de utilização. Toma nota destes truques e vê o que podes fazer para tirar mais partido do teu smartphone e garantir o melhor uso durante mais tempo.

 melhorpartido

 

 

Estende a duração da bateria

 

Com todos os avanços que os smartphones trouxeram à nossa vida, aquilo que nenhuma marca conseguiu garantir ainda é um modelo cuja bateria dure tanto como antigamente. O normal é ter de carregar o smartphone de dois em dois dias ou mesmo diariamente, conforme o nível de utilização. Apesar de estas baterias de iões de lítio ou polímeros de lítio não “viciarem” como as dos antigos Nokia, por exemplo, estar sempre à procura de uma tomada não é prático.

 

A primeira coisa que deves saber é que é melhor carregar parcialmente o telemóvel do que carregá-lo a 100% e deixá-lo descarregar completamente. Os especialistas aconselham a carregar quando a bateria está entre 20% e 50% e ir, por exemplo, até aos 90%.

 

As marcas costumam oferecer modos que poupam bateria, como o Ultra Power Saving Mode da Samsung e o Extreme Power Saving Mode da HTC, mas podes minimizar o gasto de outras formas. Por exemplo, um wallpaper escuro e sem grandes desenhos consome menos energia, em especial nos smartphones com ecrãs AMOLED. Ter as apps atualizadas também permite que sejam mais eficientes, e quanto menos “tralha” tiveres no telefone, melhor (experimenta apagar os widgets que já não uses).

 

O ideal é diminuir manualmente o brilho do ecrã em vez de o ter em modo automático, e se desligares as vibrações para cada notificação estarás a aumentar a duração da bateria. O mesmo para as opções de conectividade: não precisas de ter sempre o Bluetooth, GPS e NFC ligados, nem o Wi-Fi quando estás fora do alcance da rede de casa. E podes ainda usar a versão “Lite” das apps e ativar o “Doze Mode” e o “Do Not Disturb.”

 

 

Desinstala o que não é necessário

 

Há apps pré-instaladas que nunca vais usar e só tornam o smartphone menos eficiente. Regra geral, podes desinstalar estas aplicações recorrendo à Play Store ou indo às definições. No caso de não poderem ser removidas, haverá a opção de as desativar e impedir que continuem a correr no background, tornando o dispositivo mais lento e consumindo bateria.

 

 

Limita o que partilhas

 

Para saber que informações estás a partilhar com as apps, vai ao menu de definições, onde está o Gestor de Aplicações. Ao selecionar uma app, aparece a lista das permissões que estão ativas e o que elas significam. O Android Oreo reforça os controlos sobre estas permissões e pode deixar-te desligar as que parecerem desnecessárias.

 

 

Usa o Google Assistant

 

Não há melhor em termos de assistentes digitais alimentados a inteligência artificial. A última versão adicionou uma série de rotinas desenhadas para facilitar a tua vida desde que acordas até à hora de deitar. Há uma versão em português do Brasil e espera-se que chegue ao português de Portugal ainda este ano, podendo também ser usado em inglês. As rotinas são configuradas nas definições do Google Assistant e centram-se em seis momentos-chave: quando acordas, quando sais de casa, a caminho do trabalho, a caminho de casa, quando chegas a casa e quando vais dormir. De manhã, ao acordar, podes configurar o Assistant para indicar o que está no calendário para hoje, ligar as notícias, tirar o telefone do silêncio e outras ações, dizendo apenas “OK, Google, bom dia”. As diferentes ações passam a ser automáticas depois de configuradas.

 

Se quiseres aproveitar os benefícios do “OK, Google” em todas as áreas possíveis, podes ativar a deteção da tua voz nas definições de pesquisa. Isto significa que basta dizeres as palavras mágicas em qualquer ecrã (não apenas no ecrã de entrada e na barra de pesquisa) para fazer perguntas e buscas.

 

 

Aproveita melhor o ecrã

 

A partir do Android 7.0, é possível dividir o ecrã em multijanelas e usar mais do que uma app lado a lado. Para isso, basta carregar no quadrado que mostra as apps abertas; a app que está em uso “encolhe” e o utilizador pode escolher outra da lista para trazer ao ecrã. É possível mexer na barra divisória para aumentar ou diminuir o espaço de cada uma e simplesmente arrastá-la para baixo ou para cima quando quiseres regressar ao formato normal.

 

 

Ativa o desbloqueio inteligente

 

Toda a gente tem algum tipo de método para assegurar que mais ninguém acede sem autorização ao seu telemóvel, seja um código, esquema, impressão digital ou reconhecimento facial. Mas há alturas em que ter de desbloquear o smartphone constantemente é apenas chato. É por isso que o Android oferece uma forma de desbloqueio inteligente, o Smart Lock, que está disponível no menu de segurança. Isto permite manter o telefone desbloqueado automaticamente em certas situações, como quando estás em casa ou o smartphone está perto do relógio inteligente. Há vários modos à escolha e é possível ter mais que um a funcionar ao mesmo tempo.

 

 

Personaliza o ecrã de entrada

 

Qualquer que seja a marca do smartphone, o mais provável é que tenha uma interface própria e diferente das outras. Cada utilizador personaliza o seu smartphone com widgets, wallpapers e outras funções, mas que tal instalar uma interface alternativa? O Nova Launcher e o Action Launcher ajudam a tornar o ecrã de entrada mais útil e eficiente, permitindo mudar os ícones, organizar as apps e não só. Algumas destas funções são pagas, sendo que o Nova Launcher é o mais popular. Se não gostares, podes sempre voltar à interface original nas definições de sistema no menu Home.

 

 

Que tal ser programador?

 

As opções para programadores oferecem ferramentas avançadas que os utilizadores mais experientes gostarão de experimentar. Por exemplo, resolução de problemas com USB e opções de velocidade de animação que podem tornar o smartphone mais veloz. Para ativar este modo, é preciso ir ao menu “Sobre o Telefone” nas definições de sistema e encontrar o número da versão. Clicar sobre este número sete vezes originará uma mensagem indicando que passaste a ser programador. As novas opções vão aparecer no menu principal das definições de sistema.

 

DESCOBRE MAIS SOBRE A ANDROID EXPERIENCE AQUI.

A tua nota : Je détesteJe n'aime pasCa vaJ'aimeJ'adore
Atenção Ocorreu um erro, por favor, tenta novamente mais tarde.