De Lisboa a Mogadouro

Trindade Coelho (Autor) De Barco, Comboio e Diligência Lançado em novembro de 2018 Edição em Português
    De Lisboa a Mogadouro_0
    De Lisboa a Mogadouro
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Data de lançamento novembro 2018
      Editor Feitoria dos Livros

      Ver todas as características

    • "De Lisboa a Mogadouro" é uma viagem com textos inéditos de Trindade Coelho, talentoso contista e autor de "Os Meus Amores". Organizada e prefaciada com um estudo do escritor José Viale Moutinho, que muito tem contribuído para a salvaguarda do espólio deste autor. Nesta obra revela-nos ambientes e paisagens do Séc. XIX. Em Lisboa: O Aterro — Do Cais Sodré ao glorioso Tejo — calcorreando a Rua do Arsenal ao largo do Corpo Santo atravessando com o olhar a outra banda, Cacilhas, Almada, Ginjal, Porto-Brandão, Caparica, a bordo... Ver mais

    • 14,70 €
      13,23 €

      Apenas 3 em stock

      Recebe numa morada a partir de 2,50 €

      Em loja

      Levantamento gratuito

      Ver disponibilidade em loja

      Ver todas as opções e detalhes de entrega
    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • SPV Fnac
      7 dias por semana
    • Devoluções
      gratuitas em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Levantamento
      gratuito em loja

    1 oferta especial De Lisboa a Mogadouro

    • Vantagem Aderente: 10% Desconto imediato
    10% desconto imediato em livros
    O Cartão Fnac dá-te 10% desconto imediato sobre o preço de editor, não acumulável com outras promoções.

    Mais Informações De Lisboa a Mogadouro

    "De Lisboa a Mogadouro" é uma viagem com textos inéditos de Trindade Coelho, talentoso contista e autor de "Os Meus Amores". Organizada e prefaciada com um estudo do escritor José Viale Moutinho, que muito tem contribuído para a salvaguarda do espólio deste autor.

    Nesta obra revela-nos ambientes e paisagens do Séc. XIX. Em Lisboa: O Aterro — Do Cais Sodré ao glorioso Tejo — calcorreando a Rua do Arsenal ao largo do Corpo Santo atravessando com o olhar a outra banda, Cacilhas, Almada, Ginjal, Porto-Brandão, Caparica, a bordo do navio D. Afonso, rio abaixo... de proa fita o Seixal, chega a Arrentela. De Coimbra chama a atenção para o Convento de Santa Clara e sublinha: "O Mondego — e vão lá chamar-lhe poético — jurara ao vetusto convento uma guerra de extermínio... e em todos os Invernos... apertava nos seus braços... com violências de indómito demolidor..."

    O Porto reserva-lhe um original acolhimento do Hotel Cardoso, pejado de brasileiros... "No dia seguinte de manhã segui viagem para a Régua... Quebrei aqui o meu itinerário para ir a Lamego. Fui dar com os ossos a uma hospedaria..."

    E finalmente nas Cartas Transmontanas dá-nos uma aguarela bem temperada e intensa de côr. "Ao pôr-do-sol, à hora em que o poente se afoga em cores alaranjadas e o contorno das coisas em tintas pardacentas as aves saiem dos ninhos (...) Eu sou como as aves — saio a essa hora — fresco como um ramo de lilás, vigoroso e forte como o braço nu de atleta."

    E de Mogadouro , sua terra natal, numa carta confessa: "Olha, meu amigo, o calor que por aqui vai derreteu o meu pseudónimo — Belisário".

    Características detalhadasDe Lisboa a Mogadouro

    • Autor Trindade Coelho
    • Editor Feitoria dos Livros
    • Data de lançamento novembro 2018
    • EAN 978-9898307552
    • ISBN 9789898307552
    • Dimensões 15 x 21 cm
    • Nº Páginas 110
    • Encadernação Capa mole

    OUTRAS OBRAS de Trindade Coelho