Debaixo de Algum Céu

Nuno Camarneiro (Autor) Lançado em março de 2013 Edição em Português
    Debaixo de Algum Céu_0
    Debaixo de Algum Céu
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Data de lançamento março 2013
      Editor Dom Quixote

      Ver todas as características

    • Prémio Leya 2012 Num prédio encostado à praia, homens, mulheres e crianças - vizinhos que se cruzam mas se desconhecem - andam à procura do que lhes falta: um pouco de paz, de música, de calor, de um deus que lhes sirva. Todas as janelas estão viradas para dentro e até o vento parece soprar em quem lá vive. Há uma viúva sozinha com um gato, um homem que se esconde a inventar futuros, o bebé que testa os pais desavindos, o reformado que constrói loucuras na cave, uma família quase quase normal, um padre com uma doença... Ver mais

    • Vendido pela Fnac  11,52 €
    • 2 novos desde 14,38 €  
    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • SPV Fnac
      7 dias por semana
    • Devoluções
      gratuitas em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Levantamento
      gratuito em loja

    1 oferta especial Debaixo de Algum Céu

    • 72H CHRONO FNAC
    72H CHRONO FNAC: Até 80% desconto imediato em Tecnologia, Livros e Entretenimento.
    Promoção Exclusiva Online, válida de 20 a 22 de janeiro de 2020.
    Aplicável nos artigos assinalados e vendidos pela Fnac.pt (exclui Pré-Vendas, Marketplace e eBooks).
    Limitado ao stock existente, não acumulável com outras promoções nem com os descontos Cartão Fnac.
    Artigos de Tecnologia limitados a 2 unidades por NIF.
    Portes Grátis para encomendas de valor igual ou superior a 15€ (exclui Marketplace), válido para entregas em Portugal Continental em 1 dia útil ou levantamento nas lojas FNAC.

    Descrição Debaixo de Algum Céu

    Prémio Leya 2012

     

    Num prédio encostado à praia, homens, mulheres e crianças - vizinhos que se cruzam mas se desconhecem - andam à procura do que lhes falta: um pouco de paz, de música, de calor, de um deus que lhes sirva. Todas as janelas estão viradas para dentro e até o vento parece soprar em quem lá vive. Há uma viúva sozinha com um gato, um homem que se esconde a inventar futuros, o bebé que testa os pais desavindos, o reformado que constrói loucuras na cave, uma família quase quase normal, um padre com uma doença de fé, o apartamento vazio cheio dos que o deixaram. O elevador sobe cansado, a menina chora e os canos estrebucham. É esse o som dos dias, porque não há maneira de o medo se fazer ouvir.
    A semana em que decorre esta história é bruscamente interrompida por uma tempestade que deixa o prédio sem luz e suspende as vidas das personagens - como uma bolha no tempo que permite pensar, rever o passado, perdoar, reagir, ser também mais vizinho.

    Entre o fim de um ano e o começo de outro, tudo pode realmente acontecer - e, pelo meio, nasce Cristo e salva-se um homem. Embora numa cidade de província, e à beira-mar, este prédio fica mesmo ao virar da esquina, talvez o habitemos e não o saibamos. Com imagens de extraordinário fulgor a que o autor nos habituou com o seu primeiro romance, "Debaixo de Algum Céu" retrata de forma límpida e comovente o purgatório que é a vida dos homens e a busca que cada um empreende pela redenção.

    Resumo Debaixo de Algum Céu

    Num prédio encostado à praia, homens, mulheres e crianças - vizinhos que se cruzam mas se desconhecem - andam à procura do que lhes falta: um pouco de paz, de música, de calor, de um deus que lhes sirva. Todas as janelas estão viradas para dentro e até o vento parece soprar em quem lá vive. Há uma viúva sozinha com um gato, um homem que se esconde a inventar futuros, o bebé que testa os pais desavindos, o reformado que constrói loucuras na cave, uma família quase quase normal, um padre com uma doença de fé, o apartamento vazio cheio dos que o deixaram. O elevador sobe cansado, a menina chora e os canos estrebucham. É esse o som dos dias, porque não há maneira de o medo se fazer ouvir. A semana em que decorre esta história é bruscamente interrompida por uma tempestade que deixa o prédio sem luz e suspende as vidas das personagens - como uma bolha no tempo que permite pensar, rever o passado, perdoar, reagir, ser também mais vizinho. Entre o fim de um ano e o começo de outro, tudo pode realmente acontecer - e, pelo meio, nasce Cristo e salva-se um homem. Embora numa cidade de província, e à beira-mar, este prédio fica mesmo ao virar da esquina, talvez o habitemos e não o saibamos. Com imagens de extraordinário fulgor a que o autor nos habituou com o seu primeiro romance, Debaixo de Algum Céu retrata de forma límpida e comovente o purgatório que é a vida dos homens e a busca que cada um empreende pela redenção.

    Mais Informações Debaixo de Algum Céu

    Características detalhadasDebaixo de Algum Céu

    • Autor Nuno Camarneiro
    • Editor Dom Quixote
    • Data de lançamento março 2013
    • EAN 978-9896602390
    • ISBN 9789896602390
    • Dimensões 15,5 x 23,5 cm
    • Nº Páginas 200
    • Encadernação Capa mole

    CARACTERÍSTICAS DO EBOOK

    • Formato ePub
    • Editor Leya
    • Data de lançamento abril 2013
    • EAN 9789896602406
    QUE FORMATO PARA O MEU EBOOK?

    OUTRAS OBRAS de Nuno Camarneiro

    Ver também