Estudos sobre Dependências: Contributos para a Prática

    • Estudos sobre Dependências: Contributos para a Prática_0
    Estudos sobre Dependências: Contributos para a Prática

    Venda o seu Estudos sobre Dependências: Contributos para a Prática com apenas alguns cliques,
    em fnac.pt

    1. Vende o teu produto
    2. Um cliente compra o teu produto
    3. Envia o teu produto
    4. Recebe o pagamento
    Passar para conta Pro!
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Data de lançamento 11/03/2019
      Editor Axioma

      Ver todas as características

    • """A abordagem dos problemas colocados pelo uso de substâncias psicoativas e, de forma mais abrangente, dos comportamentos suscetíveis de causar adição, enfrenta, ela própria, novos desafios, sobretudo no que diz respeito à prevenção. Até há pouco mais de 20 anos, assentava num paradigma fortemente repressivo, baseado numa representação social e num imaginário coletivo que situava estes comportamentos num plano muito próximo do conceito de pecado, ou pelo menos de vício, de algo que era necessário recalcar ou reprimir. Essa... Ver mais

    • 20 € 18 €

      Em stock online

      Entrega gratuita

      Em loja

      Levantamento gratuito

      Ver disponibilidade em loja

      Ver todas as opções e detalhes de entrega
    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • SPV Fnac
      7 dias por semana
    • Devoluções
      gratuitas em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Levantamento
      gratuito em loja

    1 oferta especial Estudos sobre Dependências: Contributos para a Prática

    • -10% Novidades Livros
    10% desconto imediato em Novidades de Livros.
    Não acumula com o desconto aderente.
    Seleção exclusiva online.

    Mais Informações Estudos sobre Dependências: Contributos para a Prática

    """A abordagem dos problemas colocados pelo uso de substâncias psicoativas e, de forma mais abrangente, dos comportamentos suscetíveis de causar adição, enfrenta, ela própria, novos desafios, sobretudo no que diz respeito à prevenção.

    Até há pouco mais de 20 anos, assentava num paradigma fortemente repressivo, baseado numa representação social e num imaginário coletivo que situava estes comportamentos num plano muito próximo do conceito de pecado, ou pelo menos de vício, de algo que era necessário recalcar ou reprimir.

    Essa representação encontrava tradução no quadro legal generalizadamente proibicionista e mesmo criminalizador presente nos diversos países.

    Daí passámos a uma abordagem em que assumiu preponderância a visão de saúde pública, de promoção de hábitos de vida saudável e de evitamento das consequências, não sendo já estas as decorrentes da atividade das polícias ou dos tribunais, mas dos impactos diretos ou indiretos na saúde, na integridade física e mental.

    Vivemos situações de incongruência durante este processo: por exemplo, como poderiam os técnicos de saúde, em nome do Estado que criminalizava, fornecer ao utilizador de drogas os utensílios ou condições para a prática do crime (troca de seringas e agulhas, espaços de consumo vigiado)?

    Emerge agora um novo paradigma: o da regulação, em que os Estados intervêm em todo o processo de disponibilização das diversas substâncias. Há “laboratórios sociais” a ensaiar esta via; mantendo o pressuposto em que todos assentam, que é o de que importa reduzir os impactos, quer da instalação da dependência, quer das consequências de qualquer uso (ainda que ocasional, recreativo ou qualquer outra designação que lhe queiramos dar). É necessário acompanhar e avaliar estas experiências, ainda todas de início recente. O que vai acontecer?

    Os jovens vão ter inícios de consumos mais precoces? Vamos ter um aumento generalizado da experimentação? Mais dependentes? Mais episódios de urgência? Mais acidentes, mais violência? Ou, pelo contrário, vamos ter uma evolução positiva destes indicadores? E, neste contexto, que discurso adotar, em termos de prevenção?

    Esta obra, cujos autores nos habituaram a reflexões de grande valia para a nossa prática, oferece importantes contributos para a intervenção neste novo ambiente."""

    Características detalhadasEstudos sobre Dependências: Contributos para a Prática

    OUTRAS OBRAS de Paulo C. Dias

    OPINIÕES DOS NOSSOS CLIENTES Estudos sobre Dependências: Contributos para a Prática

    Condições de Utilização

    Ver também

      Vais ser redirecionado para fora da fnac.pt

      Ao clicar em "download" vais ser redireccionado para o site kobo.com onde poderás fazer download do título selecionado utilizando os dados de acesso da tua conta Fnac. Caso não tenhas uma conta Fnac, terás de criar uma conta em Kobo.com para usufruíres de todas as funcionalidades e vantagens Kobo.

      Atenção Ocorreu um erro, por favor, tenta novamente mais tarde.