Exemplos

João Vário (Autor) Lançado em junho de 2013 Edição em Português
    • Exemplos_0
    Exemplos

    Venda o seu Exemplos com apenas alguns cliques,
    em fnac.pt

    1. Vende o teu produto
    2. Um cliente compra o teu produto
    3. Envia o teu produto
    4. Recebe o pagamento
    Passar para conta Pro!
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Data de lançamento junho 2013
      Editor Tinta da China
      Coleção Poesia

      Ver todas as características

    • Excerto:
      «Todas as coisas têm o seu tempo, todas passam
      debaixo do céu segundo seu tempo
      e há um tempo para todo o propósito debaixo do céu.
      Ah! Certamente tornarei a isto por este tempo de vida.
      Ao tempo determinado, tornarei a isto por este tempo de vida.
      Porque dirão: eis um homem deste século,
      um homem de África, debaixo da sua mangueira
      e debaixo da sua papaeira, um homem
      com seu desejo de audiência e história,
      sua voz aberta e sua digníssima pele,
      falando da África deste tempo e de seu povo,
      seus órgãos do...
      Ver mais

    • Vendido pela Fnac  16,20 €
    • 1 novo desde 16,77 €  
    • Todas as ofertas
      • 16,77 € Custos de envio +4,44 €
        Disponível
        Novo
        Pro
        Imosver
        (5977)
    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • SPV Fnac
      7 dias por semana
    • Devoluções
      gratuitas em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Levantamento
      gratuito em loja

    Descrição Exemplos

    Excerto:
    «Todas as coisas têm o seu tempo, todas passam
    debaixo do céu segundo seu tempo
    e há um tempo para todo o propósito debaixo do céu.
    Ah! Certamente tornarei a isto por este tempo de vida.
    Ao tempo determinado, tornarei a isto por este tempo de vida.
    Porque dirão: eis um homem deste século,
    um homem de África, debaixo da sua mangueira
    e debaixo da sua papaeira, um homem
    com seu desejo de audiência e história,
    sua voz aberta e sua digníssima pele,
    falando da África deste tempo e de seu povo,
    seus órgãos do canto.
    Um homem que não habita seguro em sua freguesia
    e seu sémen destina às filhas de Mindelo,
    de Acra, de Lagos, de Nairobi, Dar-Es-Salam ou Addis-Abeba,
    e cai sobre a terra quando for seu tempo de cair
    e de se juntar a seus pais, cara a cara, indo pelo caminho de toda a terra,
    ao seu tempo, ao tempo determinado,
    sem o lamento da América nem o escárnio da Europa.»

    «Imaginemos a cena: um jovem cabo-verdiano, a meio dos anos 60, após se ter formado com distinção em Medicina em Coimbra e Lisboa, e de modo a evitar a mobilização para a guerra colonial, emigra para a Bélgica, mais propriamente para Antuérpia, cidade onde longamente viverá. Vai, nas suas palavras, «a caminho do exílio», afastando-se «do medo e do tempo da discórdia». O mês é Abril, esse mês-fetiche do seu poeta (T. S. Eliot), e a paisagem que vê do comboio dramatiza a despedida (…).»
    Osvaldo Silvestre (organizador do volume)

    Características detalhadasExemplos

    • Autor João Vário
    • Editor Tinta da China
    • Data de lançamento junho 2013
    • Coleção Poesia
    • EAN 978-9896711603
    • ISBN 9789896711603
    • Dimensões 14,5 x 20 cm
    • Nº Páginas 312
    • Encadernação Capa mole

    OUTRAS OBRAS de João Vário

    Ver também