• Loja
  • Blog FNAC
Tecnologia / Apple

Helena Magalhães: foi no MacBook Air que nasceu o meu livro

ExpertFnac
Por ExpertFnac
Em 27/04/2017
391
Helena Magalhães: foi no MacBook Air que nasceu o meu livro

 

foto helena1

 

Jovem escritora que acabou de lançar o seu primeiro livro, Diz-lhe Que Não, Helena Magalhães é jornalista e autora do blogue The Styland, um reflexo do seu mundo interior – amor, cultura e lifestyle. Desde a sua infância, viveu rodeada de livros e a escrita acabou por ser um escape a toda a sua vertente criativa. De gavetas empoeiradas repletas de cadernos de apontamentos, passou para um MacBook Air que se tornou o seu meio de trabalho. E de um hobby, a escrita virou profissão...

 

image5A escrita do papel para o computador

Tanto quanto me lembro, escrever (e ler) sempre fez parte da minha vida. Depois das dezenas de diários, agendas e cadernos que fizeram parte da minha infância, estávamos em 1997 quando os meus pais me compraram o meu primeiro computador – enorme, barulhento e lento. Mas absolutamente mágico para o meu eu de 11 anos. Grande parte dos meus tempos livres foram passados a escrever contos e a copiar muitas das coisas que tinha escritas nos, então velhinhos, cadernos. E ali passava horas em frente a páginas em branco. Deliciosamente em branco.

É preciso relembrar que a internet ainda não existia – pelo menos na minha realidade. Ela só entraria na minha vida em 1999 com a sua sinfonia de bips de ligação e as contas de telefone astronómicas (e os gritos da minha mãe quando as recebia). Então, eu nunca fui uma rapariga dos jogos de paciência – eu era a rapariga do programa de textos. Meio geek, meio estranha mas inteiramente feliz de volta das palavras e das teclas. Vinte anos depois, jamais imaginei que estivesse a viver da minha escrita. E que o meu hobby se tornasse a minha profissão.


image1-1O MacBook Air onde nasceu o meu livro

Há uns anos, uma colega jornalista apresentou-me aos encantos de um MacBook – rápido, intuitivo e leve de transportar. E eu, que vivia com o meu velhinho portátil às costas (cheguei a acreditar que pesava vinte quilos), acabei por entrar na FNAC e rendi-me ao MacBook Air. Na altura, queria ter comprado o Pro, mas o ordenado de jornalista estagiária não mo deixou fazer. O meu Mac tornou-se o meu companheiro de todos os dias. E hoje em dia não troco o meu Air por nada. Abriu-me as portas a todo o universo Apple e às facilidades que trouxe ao meu trabalho – hoje, complementado por um iPhone e um iPad que, em qualquer lado e a qualquer hora, me permitem aceder a todo o meu trabalho.

Foi no meu MacBook Air que nasceu o blogue – The Styland – que viria a mudar a minha vida. Foi no meu MacBook Air que nasceram todos os projetos criativos em que já estive envolvida. Foi no meu MacBook Air que foram escritas as primeiras páginas do meu primeiro livro – Diz-lhe Que Não. E é no meu MacBook Air que estou a escrever agora.


A arte de criar

Abrir uma folha de texto em branco pode ser o pesadelo de muitos escritores. Mas, para mim, é o início de todo um mundo. É onde as palavras começam a fluir e as ideias a ganhar forma. Escrever, embora possa parecer uma atividade solitária, é, para mim, uma necessidade da alma. E sempre tive como sonho de vida poder inspirar os outros com as minhas palavras – da mesma forma que sou inspirada pelas palavras de tantos outros autores: Jane Austen, Ken Follett, J.K. Rowling, Harper Lee, as irmãs Bronte, Robin Sharma, Isabel Allende... E também em português: Isabel Machado, Isabel Stilwell, Eça de Queirós, João Tordo, Gonçalo M. Tavares, José Saramago, José Luís Peixoto...

image5

Ninguém me consegue tirar a sensação mágica de me sentar no sofá, ligar o computador, abrir uma página em branco e começar, simplesmente, a conversar. Com o ecrã, com os leitores ou, talvez, comigo própria. No meio de livros, rascunhos, cadernos, apontamentos e o meu MacBook nasce todo o processo criativo que dá significado à minha vida.

 

 

A tua nota : Je détesteJe n'aime pasCa vaJ'aimeJ'adore
1 relacionado
Diz-lhe Que Não

Diz-lhe Que Não

Helena Magalhães Edição | A Esfera dos Livros | março de 2017 a partir de :8 €