Hergé

Georges Prosper Remi (22 de maio de 1907 - 3 de março 1983), conhecido pelo pseudônimo Hergé, foi um autor belga de banda desenhada.
A sua obra mais conhecida e importante são os 23 volumes de As Aventuras de Tintin, que ele fez desde 1929 até sua...
Ler Biografia
Hergé

Georges Prosper Remi (22 de maio de 1907 - 3 de março 1983), conhecido pelo pseudônimo Hergé, foi um autor belga de banda desenhada.
A sua obra mais conhecida e importante são os 23 volumes de As Aventuras de Tintin, que ele fez desde 1929 até sua morte em 1983.
Ele também foi o criador de duas outras séries bem conhecidas, Quick & Flupke (Quim e Filipe;1930-1940) e Jo, Zette e Jocko (Joana, João e o Macaco Simão; 1936-57).
Nascido numa família de classe média baixa em Etterbeek, Bruxelas.
Hergé interessou-se pelo Escutismo, fazendo a tira cómica Totor (a sua primeira criação) na revista Le Boy-Scout Belge e também ilustrações para publicações da Associação Católica da Juventude Belga.
Em 1925 começou a trabalhar para o jornal conservador Le Vingtième Siècle, onde, sob a influência de Norbert Wallez, começou em 1929, as primeiras histórias do jovem repórter Tintin, com Tintin no País dos Sovietes. Estas tiras foram recebidas na Bélgica francófona com sucesso, e ele continuou com mais aventuras de Tintin e iniciou a série Quick & Flupke. A partir de O Lótus Azul, Hergé colocou um ênfase muito maior na pesquisa de fundo para as suas histórias, que se tornaram numa das suas "imagens de marca".
Depois do Le Vingtième Siècle ser fechado durante a ocupação pela Alemanha nazi, Hergé foi trabalhar para o jornal Le Soir (considerado colaboracionista). Após a libertação da Bélgica pelos Aliados, ele enfrentou acusações de ser um colaborador, mas foi ilibado.
Em 1946 é criada a revista Tintin, na qual eram editadas semanalmente duas páginas das Aventuras de Tintin. Devido à crescente carga de trabalho originado pelo sucesso da revista Tintin, Hergé vê-se obrigado a criar o Estudio Hergé para apoiar o seu trabalho, Hergé foi diretor artístico do Estúdio Hergé até sua morte.
As obras de Hergé têm sido aclamadas pela clareza do desenho e pelas histórias meticulosas, e bem pesquisadas. Hergé continua a ser uma forte influência no meio da banda desenhada, particularmente na Europa.
O Museu Hergé foi aberto em Louvain-La-Neuve em 2009, homenageando o mundo de Tintin e Hergé.

Atenção Ocorreu um erro, por favor, tenta novamente mais tarde.