Histórias de Amor

    Histórias de Amor_0
    Histórias de Amor
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Editor Ed. Nelson de Matos
      Coleção Mil Horas de Leitura

      Ver todas as características

    • A primeira edição deste livro foi publicada em Julho de 1952, pela Editorial Gleba, numa colecção de bolso intitulada “Os Livros das Três Abelhas”, dirigida por Victor Palla e Aurélio Cruz. Foi retirado do mercado pela Censura em 26 de Agosto de 1952. Tendo sido possível utilizar o exemplar onde estão sublinhadas a lápis azul as partes do texto que motivaram a apreensão da edição, indicam-se nesta edição esses sublinhados, mediante a sobreposição de uma rede de cinzento sobre o texto original, mantido sem cortes. José... Ver mais

    • 19 € 17,10 €

      Apenas 1 em stock

      Recebe numa morada a partir de 2,50 €

      Em loja

      Levantamento gratuito

      Ver disponibilidade em loja

      Ver todas as opções e detalhes de entrega
      Ofertas neste produto
      Promoção Adesão Gratuita Cartão FNAC
    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • SPV Fnac
      7 dias por semana
    • Devoluções
      gratuitas em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Levantamento
      gratuito em loja

    2 ofertas especiais Histórias de Amor

    • Plano Nacional de Leitura
    • Promoção Adesão Gratuita Cartão FNAC
    EXCLUSIVO ONLINE: 10% desconto em livros do Plano Nacional de Leitura.
    O Programa de Fidelização FNAC tem uma comissão de 15€ (a cada 3 anos). Oferta da comissão (3 anos) válida para novas adesões ao Cartão FNAC de Fidelidade em fnac.pt, de 3 a 6 dezembro de 2019. Oferta exclusiva fnac.pt.

    Descrição Histórias de Amor

    A primeira edição deste livro foi publicada em Julho de 1952, pela Editorial Gleba, numa colecção de bolso intitulada “Os Livros das Três Abelhas”, dirigida por Victor Palla e Aurélio Cruz.

    Foi retirado do mercado pela Censura em 26 de Agosto de 1952.

    Tendo sido possível utilizar o exemplar onde estão sublinhadas a lápis azul as partes do texto que motivaram a apreensão da edição, indicam-se nesta edição esses sublinhados, mediante a sobreposição de uma rede de cinzento sobre o texto original, mantido sem cortes. José Cardoso Pires nunca mais publicou este livro na sua versão inicial, embora o tenha mantido sempre na lista das suas obras completas.

    Alguns destes contos (excepção feita a Romance com data que permaneceu sempre inédito) foram mais tarde reescritos e incluídos na edição de Jogos de Azar, publicada em 1963, pela Editora Arcádia.

    Nesta edição conservam-se todos os contos na sua versão inicial.

    José Cardoso Pires, então com 27 anos, decidiu reclamar da apreensão do livro junto dos Serviços de Censura. Primeiro, pessoalmente, tendo conseguido manter em seu poder o exemplar com a indicação dos cortes de censura que serviu de base a esta edição; depois, por escrito, logo em 26 de Outubro de 1952, através da carta que é conservada como anexo no final da edição.

    Críticas de Mário Dionísio, Oscar Lopes e Luís de Sousa Rebelo, publicadas em 1952, são também conservadas, no final, como anexos a esta edição.

    Na contracapa: reprodução de um óleo de Júlio Pomar, representando um retrato do Autor, datado de 1954.

    Formato 13,5x20,9

    Mil Horas de Leitura, nº. 5

    Resumo Histórias de Amor

    O livro que a censura apreendeu em 1952

    Características detalhadasHistórias de Amor

    OUTRAS OBRAS de José Cardoso Pires

    Ver também