"Histórias de um Raciocinador" e o ensaio "História Policial"

Fernando Pessoa (Autor) Edição em Português
    "Histórias de um Raciocinador" e o ensaio "História Policial"_0
    "Histórias de um Raciocinador" e o ensaio "História Policial"
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Editor Assírio & Alvim

      Ver todas as características

    • Este volume reúne o primeiro conjunto de histórias policiais de Fernando Pessoa, escritas entre 1906 e 1907 e em língua inglesa. Começa aqui o policial pessoano, conceito em que irá trabalhar até morrer. Se, nalguns aspectos, estes textos estão ainda ligados à juventude do autor e às experiências e leituras desses tempos, outros revelam uma surpreendente coerência em relação à escrita policial da sua maturidade. A visão que Pessoa tinha do género começou aqui a formar-se e ele manteve-se-lhe fiel até ao fim. O ex-sargento... Ver mais

    • 16 € 12,80 €

      Em loja

      Levantamento gratuito

      Ver disponibilidade em loja

      Ver todas as opções e detalhes de entrega
    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • SPV Fnac
      7 dias por semana
    • Devoluções
      gratuitas em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Levantamento
      gratuito em loja

    1 oferta especial "Histórias de um Raciocinador" e o ensaio "História Policial"

    • PROMOÇÃO TOP DEALS

    PROMOÇÃO TOP DEALS: Até 50% desconto imediato em Tecnologia, Livros e Entretenimento
    Promoção Exclusiva Online, válida de 30 de março a 1 de abril de 2020.
    Aplicável nos artigos assinalados e vendidos pela Fnac.pt (exclui Marketplace e eBooks).
    Limitado ao stock existente, não acumulável com outras promoções nem com os descontos Cartão Fnac.
    Artigos de Tecnologia limitados a 2 unidades por NIF.

    Descrição "Histórias de um Raciocinador" e o ensaio "História Policial"

    Este volume reúne o primeiro conjunto de histórias policiais de Fernando Pessoa, escritas entre 1906 e 1907 e em língua inglesa. Começa aqui o policial pessoano, conceito em que irá trabalhar até morrer. Se, nalguns aspectos, estes textos estão ainda ligados à juventude do autor e às experiências e leituras desses tempos, outros revelam uma surpreendente coerência em relação à escrita policial da sua maturidade. A visão que Pessoa tinha do género começou aqui a formar-se e ele manteve-se-lhe fiel até ao fim. O ex-sargento William Byng é o detective criado, misto de genialidade e fraqueza, personificação dos poderes dedutivos, com um raciocínio abstracto que se assemelha a um número de circo de elaborados volteios. Tal como mais tarde Abílio Quaresma, das novelas policiárias, Byng é um decifrador dos mistérios do mundo e da mente humana, aparentemente transcendentes, mas possíveis de reduzir a simples charadas da vida real. O ensaio «História Policial», também ele iniciado na juventude, mas continuado e acrescentado ao longo das décadas seguintes, revela o profundo conhecimento do autor acerca de um género ao tempo pouco valorizado entre nós, mas que ele apreciava o suficiente para o desejar transformar em coisa sua. Neste ensaio é definido o princípio fundador: o policial de qualidade, produto da imaginação, deve ser sobretudo um divertimento intelectual e um exercício de raciocínio.

    Características detalhadas"Histórias de um Raciocinador" e o ensaio "História Policial"

    OUTRAS OBRAS de Fernando Pessoa

    OPINIÕES DOS NOSSOS CLIENTES "Histórias de um Raciocinador" e o ensaio "História Policial"

    Condições de Utilização

    Ver também