Livro da Dança

Gonçalo M. Tavares (Autor) Gonçalo M. Tavares (Autor) Lançamento a 31 outubro 2018 Edição em Português
    • Livro da Dança_0
    Livro da Dança
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Data de lançamento 31/10/2018
      Editor Relogio d agua editores

      Ver todas as características

    • «O plano desse primeiro livro de Gonçalo M. Tavares (…) tem a ver com o que ele parece desenvolver como política de escrita: a literatura como um corpo-dançarino que oscila entre a ficção, o ensaio e a anotação e, principalmente, como um pensamento sucessivo que vem de um passado reminiscente e se lança no presente. Um método de escavação arqueológica do texto que se dá através de repetições incessantes, de ideias sobre o corpo e de resistências no mundo agora – quando a literatura também vem como um movimento arqueológico... Ver mais

    • 15 €
      13,50 €

      Em stock online

      Recebe numa morada a partir de 2,50 €

      Em loja

      Levantamento gratuito

      Ver disponibilidade em loja

      Ver todas as opções e detalhes de entrega
    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • SPV Fnac
      7 dias por semana
    • Devoluções
      gratuitas em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Levantamento
      gratuito em loja

    1 oferta especial Livro da Dança

    • Vantagem Aderente: 10% Desconto imediato
    10% desconto imediato em livros
    O Cartão Fnac dá-te 10% desconto imediato sobre o preço de editor, não acumulável com outras promoções.

    Mais Informações Livro da Dança

    «O plano desse primeiro livro de Gonçalo M. Tavares (…) tem a ver com o que ele parece desenvolver como política de escrita: a literatura como um corpo-dançarino que oscila entre a ficção, o ensaio e a anotação e, principalmente, como um pensamento sucessivo que vem de um passado reminiscente e se lança no presente. Um método de escavação arqueológica do texto que se dá através de repetições incessantes, de ideias sobre o corpo e de resistências no mundo agora – quando a literatura também vem como um movimento arqueológico de colisão com o espaço.»
    Júlia Studart

    «é evidente

    é evidente que podemos explicar.
    é evidente que podemos concluir.
    é evidente que podemos curar.
    é evidente que podemos abrir 1 consultório e dizer: PAGA!
    é evidente que podemos psicanalizar.
    é evidente que podemos ter componentes.
    é evidente que podemos começar pelo início.
    é evidente que podemos ter emoção e razão e céu em cima e terra por baixo.
    é evidente que podemos comer e não dar por isso, defecar e não dar por isso, fornicar e fecundar e não dar por isso.
    é evidente que podemos Regressar.
    é evidente que podemos enumerar e dar os nomes certos às coisas erradas.
    é evidente que podemos acertar.
    é evidente que podemos ter 1 corpo sem falhas excepto a Falha Grande que é MORRER e as outras falhas pequenas que são a dor a doença e a velhice.
    é evidente que podemos fixar, explicar, concluir, exemplificar, começar, abrir 1 consultório, curar, receber e pagar, estruturar, desenvolver, ter ideias claras e ideias claras,
    é evidente que podemos pensar, dançar e depois pensar ou então o contrário.
    é evidente, enfim, de novo, insisto, que podemos explicar,
    mas é melhor não.»

    Características detalhadasLivro da Dança

    OUTRAS OBRAS de Gonçalo M. Tavares

    Ver também