Livro de Reclamações das Crianças

Eduardo Sá (Autor) Lançamento a 13 novembro 2018 Edição em Português
    • Livro de Reclamações das Crianças_0
    Livro de Reclamações das Crianças
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Data de lançamento 13/11/2018
      Editor Lua de Papel
      Coleção Ideia Luminosa

      Ver todas as características

    • «Às vezes, os meus pais zangam-se comigo sem razão. E eu zango-me com eles com razão.»
      Pedro, 5 anos O Pedro tem certamente razão. Mas, quem sabe, talvez os pais dele também tenham. Bom mesmo era que conversassem e que se ouvissem. E que às reclamações de uns e outros fosse sempre dada a devida atenção. Porque, se virmos bem, entre as crianças e os adultos cavam-se de vez em quando fossos, onde deveria haver apenas pontes.
      É aqui que entra o "Livro de Reclamações das Crianças", onde elas, de viva voz, dizem de sua...
      Ver mais

    • Vendido pela Fnac  12,60 €
    • 2 novos desde 13,80 €  
    • Todas as ofertas
      • 13,80 € Custos de envio +2,99 €
        Disponível
        Novo
        Pro
        Oceanum
        (1804)
      • 14 € Custos de envio +2,99 €
        Disponível
        Novo
        Pro
        Gomes Books
        (3255)
    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • SPV Fnac
      7 dias por semana
    • Devoluções
      gratuitas em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Levantamento
      gratuito em loja

    Resumo Livro de Reclamações das Crianças

    Às vezes, os meus pais zangam-se comigo sem razão. E eu zango-me com eles com razão. Pedro, 5 anos O Pedro tem certamente razão. Mas, quem sabe, talvez os pais dele também tenham. Bom mesmo era que conversassem e que se ouvissem. E que às reclamações de uns e outros fosse sempre dada a devida atenção. Porque, se virmos bem, entre as crianças e os adultos cavam-se de vez em quando fossos, onde deveria haver apenas pontes. É aqui que entra o Livro de Reclamações das Crianças, onde elas, de viva voz, dizem de sua justiça. Não são meigas, acertam sempre em cheio, e às vezes até magoam um pouco. Para responder às angústias do Pedro, e de tantas outras crianças, surgiu este livro. A pensar nos mais pequenos, mas sobretudo nos adultos: Só queremos que perceba que cada uma destas crianças podia ser a sua. E que, por delicadeza, por medo, ou por bondade, talvez a sua diga com os olhos aquilo que outras crianças foram capazes de nos dizer, a conversar. Vamos então ouvi-las. E dar-lhes espaço para se manifestarem. Mas de coração aberto, com a ternura à espreita, porque mesmo quando elas reclamam pelas guloseimas, não é de guloseimas que estão a falar. Exercitam antes o seu direito filosófico de nos questionar, na nossa autoridade de grandes que se esqueceram do que é ser criança.

    Mais Informações Livro de Reclamações das Crianças

    «Às vezes, os meus pais zangam-se comigo sem razão. E eu zango-me com eles com razão.»
    Pedro, 5 anos

    O Pedro tem certamente razão. Mas, quem sabe, talvez os pais dele também tenham. Bom mesmo era que conversassem e que se ouvissem. E que às reclamações de uns e outros fosse sempre dada a devida atenção. Porque, se virmos bem, entre as crianças e os adultos cavam-se de vez em quando fossos, onde deveria haver apenas pontes.
    É aqui que entra o "Livro de Reclamações das Crianças", onde elas, de viva voz, dizem de sua justiça. Não são meigas, acertam sempre em cheio, e às vezes até magoam um pouco.

    Para responder às angústias do Pedro, e de tantas outras crianças, surgiu este livro. A pensar nos mais pequenos, mas sobretudo nos adultos: “Só queremos que perceba que cada uma destas crianças podia ser a sua. E que, por delicadeza, por medo, ou por bondade, talvez a sua diga com os olhos aquilo que outras crianças foram capazes de nos dizer, a conversar.”

    Vamos então ouvi-las. E dar-lhes espaço para se manifestarem. Mas de coração aberto, com a ternura à espreita, porque mesmo quando elas reclamam pelas guloseimas, não é de guloseimas que estão a falar. Exercitam antes o seu direito filosófico de nos questionar, na nossa autoridade de “grandes” que se esqueceram do que é ser criança.

    Escolhas dos nossos vendedores

    Cristina Costa FNAC SantaCatarina

    Livro de Reclamações das Crianças.

    Repete-se amiúde: "também já tive a tua idade", "criança não tem querer". Por ser assim, dá tudo errado. Criança tem querer e opinião sim, tem de aprender isso para ser um adulto competente nessas áreas. Tem de haver diálogo e, sobretudo... verdade nas nossas palavras.

    Marina Marques FNAC Madeira

    Livro de reclamaçoes das crianças. Eduardo Sá

    Um livro onde Eduardo Sá responde a todas as queixas de muitas crianças, sobre os adulos. Ao ler as reclamações destas crianças vai perceber mais o mundo delas e certamente vai se lembrar que um dia também foi criança. O que as crianças não são capazes de dizer está escrito neste livro.

    Cátia Ferreira FNAC Leiria

    Livro de reclamações das Crianças. Eduardo Sá

    As crianças são vistas pelos adultos como pequenos seres inocentes e talvez nunca se tenham lembrado de lhes perguntar,o que os zanga?Qual é a sua opinião? Revelaram-se "Duma seriedade que comove,são perspicazes,atentas elegantes, delicadas"e"talvez muito menos crianças que supúnhamos.

    Características detalhadasLivro de Reclamações das Crianças

    • Autor Eduardo Sá
    • Editor Lua de Papel
    • Data de lançamento 13/11/2018
    • Coleção Ideia Luminosa
    • EAN 978-9892343723
    • ISBN 9789892343723
    • Dimensões 15,6 x 23,4 cm
    • Nº Páginas 160
    • Encadernação Capa mole

    CARACTERÍSTICAS DO EBOOK

    • Formato ePub
    • Editor Lua de Papel
    • Data de lançamento novembro 2018
    • EAN 9789892343730
    QUE FORMATO PARA O MEU EBOOK?

    OUTRAS OBRAS de Eduardo Sá

    OPINIÕES DOS NOSSOS CLIENTES Livro de Reclamações das Crianças

    Condições de Utilização

    Ver também