Macbeth

William Shakespeare (Autor) Lançado em julho de 2016 Edição em Português
    Macbeth_0
    Macbeth
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Data de lançamento julho 2016
      Editor Relógio d'Água
      Coleção Clássicos Para Leitores de Hoje

      Ver todas as características

    • «Shakespeare mostra desde as primeiras palavras de Macbeth que o seu herói é vítima de uma agressão tão difícil de combater como pesada de consequências. Ele era, dizem-nos, a lealdade, a coragem, mas eis que as forças do mal decidem ali, diante de nós, sobre o próprio palco, implicá-lo num plano que o ultrapassa, já que se trata nem mais nem menos que do destino de uma dinastia que está ainda no poder na Escócia e em Inglaterra quando a peça é escrita. (…) O facto de se desencadearem contra Macbeth, que tenha sido desta... Ver mais

    • 7,50 €
      6,75 €

      Encomenda ao editor, expedido em 2 a 4 dias

      Recebe numa morada a partir de 2,50 €

      Em loja

      Levantamento gratuito

      Ver todas as opções e detalhes de entrega
    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • SPV Fnac
      7 dias por semana
    • Devoluções
      gratuitas em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Levantamento
      gratuito em loja

    1 oferta especial Macbeth

    • Vantagem Aderente: 10% Desconto imediato
    10% desconto imediato em livros
    O Cartão Fnac dá-te 10% desconto imediato sobre o preço de editor, não acumulável com outras promoções.

    Descrição Macbeth

    «Shakespeare mostra desde as primeiras palavras de Macbeth que o seu herói é vítima de uma agressão tão difícil de combater como pesada de consequências. Ele era, dizem-nos, a lealdade, a coragem, mas eis que as forças do mal decidem ali, diante de nós, sobre o próprio palco, implicá-lo num plano que o ultrapassa, já que se trata nem mais nem menos que do destino de uma dinastia que está ainda no poder na Escócia e em Inglaterra quando a peça é escrita. (…) O facto de se desencadearem contra Macbeth, que tenha sido desta alma que decidiram apoderar-se, e que possam tê-lo induzido aos seus projectos criminosos provando-lhe que têm o dom de adivinhar o futuro, é de qualquer modo um singular azar para este obscuro chefe de clã. É verdade que os três demónios que o prendem assim na sua armadilha só podem triunfar sobre a sua vontade porque há nesta uma falha, virtual ou já real: com Shakespeare, e apesar dos restos de paganismo que ele é capaz de perceber na Escócia, estamos no mundo cristão do livre-arbítrio em que o Diabo tem grande poder mas em limites precisos. Macbeth, que sucumbe tão facilmente e que tão depressa vai tornar-se uma figura negra, não pode ter sido antes de a acção começar um verdadeiro justo e uma alma pura. Mas a escolha de que foi objecto aumentou o perigo em que se encontra, desloca o nosso olhar de um nível do mal para outro, mais interior e menos perceptível (…) que a simples vulgar ambição ou o gosto pela rapina ou a morte. Macbeth não é inocente, mas foi no início uma alma tão insidiosamente afectada que não sabia sequer que era culpada.»
    Yves Bonnefoy

    Características detalhadasMacbeth

    OUTRAS OBRAS de William Shakespeare

    Ver também