Moléstias, Embustes e Pontinhos Amantes

Rita Marquilhas (Autor) Catarina Magro (Autor) Fernanda Pratas (Autor) Nuno Saraiva (Ilustração) Escrita Quotidiana em Portugal Entre os Séculos XVI e XIX Lançamento a 5 agosto 2019 Edição em Português
    Moléstias, Embustes e Pontinhos Amantes_0
    Moléstias, Embustes e Pontinhos Amantes
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Data de lançamento 05/08/2019
      Editor Arranha-Céus Editora

      Ver todas as características

    • No projeto P.S. (Post Scriptum) desenvolve-se pesquisa sistemática, edição e estudo histórico-linguístico de cartas privadas escritas durante a Idade Moderna em Portugal e em Espanha. Estes documentos são escritos epistolares quase todos eles inéditos, feitos por autores de diferentes proveniências sociais. Podiam ser amos ou criados, adultos ou crianças, homens ou mulheres, ladrões, soldados, artesãos, padres, militantes políticos e outros tipos de agentes sociais. Em grande parte, a sua epistolografia sobreviveu por... Ver mais

    • 35 €
      31,50 €

      Apenas 1 em stock

      Recebe numa morada a partir de 2,50 €

      Em loja

      Levantamento gratuito

      Ver disponibilidade em loja

      Ver todas as opções e detalhes de entrega
    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • SPV Fnac
      7 dias por semana
    • Devoluções
      gratuitas em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Levantamento
      gratuito em loja

    1 oferta especial Moléstias, Embustes e Pontinhos Amantes

    • Vantagem Aderente: 10% Desconto imediato
    10% desconto imediato em livros
    O Cartão Fnac dá-te 10% desconto imediato sobre o preço de editor, não acumulável com outras promoções.

    Mais Informações Moléstias, Embustes e Pontinhos Amantes

    No projeto P.S. (Post Scriptum) desenvolve-se pesquisa sistemática, edição e estudo histórico-linguístico de cartas privadas escritas durante a Idade Moderna em Portugal e em Espanha.

    Estes documentos são escritos epistolares quase todos eles inéditos, feitos por autores de diferentes proveniências sociais. Podiam ser amos ou criados, adultos ou crianças, homens ou mulheres, ladrões, soldados, artesãos, padres, militantes políticos e outros tipos de agentes sociais.

    Em grande parte, a sua epistolografia sobreviveu por razões excecionais, quando os seus percursos se cruzaram com os meios de perseguição da Inquisição e dos tribunais civis, eclesiásticos e militares, instituições que costumavam fazer uso da correspondência privada como prova de delitos.

    Em outros casos, já mais raros, as cartas foram preservadas em contexto não criminal, mas foram também trocadas numa interação de bastidores e são enquadráveis em termos situacionais.

    Estas fontes textuais apresentam frequentemente uma retórica (quase) oral, tematizando assuntos do quotidiano que até hoje não tem sido fácil estudar senão a partir de pequenos exemplos.

    Características detalhadasMoléstias, Embustes e Pontinhos Amantes

    OUTRAS OBRAS de Rita Marquilhas

    OPINIÕES DOS NOSSOS CLIENTES Moléstias, Embustes e Pontinhos Amantes

    Condições de Utilização

    Ver também