Na Floresta da Preguiça

Sophie Strady (Autor) Anouck Boisrobert (Ilustração) Louis Rigaud (Ilustração) Lançado em março de 2012 Edição em Português
    Na Floresta da Preguiça_0
    Na Floresta da Preguiça
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Data de lançamento março 2012
      Editor Bruaá

      Ver todas as características

    • Depois de uma brilhante estreia com Popville, Anouk Boisrobert e Louis Rigaud confirmam neste segundo livro o talento que lhes foi unanimemente reconhecido pela crítica internacional. Desta feita, com a participação de Sophie Strady, autora do poético texto que encontramos neste livro, e que começa desta forma:
      "Tudo é verde, tudo é vida na floresta da preguiça. Gorjeiam os pássaros, enroscam-se os gatos à sombra das palmeiras, os papa-formigas aspiram insectos como que através de uma palhinha… e a preguiça – estás a vê...
      Ver mais

    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • SPV Fnac
      7 dias por semana
    • Devoluções
      gratuitas em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Levantamento
      gratuito em loja

    Descrição Na Floresta da Preguiça

    Depois de uma brilhante estreia com Popville, Anouk Boisrobert e Louis Rigaud confirmam neste segundo livro o talento que lhes foi unanimemente reconhecido pela crítica internacional. Desta feita, com a participação de Sophie Strady, autora do poético texto que encontramos neste livro, e que começa desta forma:


    "Tudo é verde, tudo é vida na floresta da preguiça. Gorjeiam os pássaros, enroscam-se os gatos à sombra das palmeiras, os papa-formigas aspiram insectos como que através de uma palhinha… e a preguiça – estás a vê-la?(…)"

    "Estás a vê-la?", a pergunta repetida em quase todas as páginas, a pergunta que ecoa e nos convida a entrar num jogo de descoberta de um verdadeiro mundo de detalhes da fauna e flora amazónica.
    Transformados em exploradores, procuramos uma preguiça, um animal indefeso e alheio à eminente destruição levada a cabo pelas ruidosas máquinas dos madeireiros.

    "Tudo é verde, tudo é vida na floresta da preguiça."

    A destruição da floresta, erigida através de uma cuidada engenharia do papel, continua a cada página que folheamos, onde a crescente tensão entre a lentidão da preguiça e a rapidez de destruição das máquinas se vai acumulando, até uma desoladora cena onde apenas sobram uma árvore com a preguiça, uma máquina ameaçadora e um apelo, também nosso: "Salva-te!".
    Nas páginas seguintes, o contraste entre o que de pior e melhor um homem é capaz: do lado esquerdo, o silêncio desolador onde outrora tudo era vida, do lado direito, um ponto de viragem, um convite a semear, a participar, a acreditar e a ter esperança.
    A floresta renasce, mais verdejante e vibrante, mas tão vulnerável como antes, lembrando-nos que esta história está longe de acabar.


    Características detalhadasNa Floresta da Preguiça

    • Autor Sophie Strady
    • Ilustração Anouck Boisrobert
      Louis Rigaud
    • Editor Bruaá
    • Data de lançamento março 2012
    • EAN 978-9898166142
    • ISBN 9789898166142
    • Dimensões 16 x 30 x 1 cm
    • Nº Páginas 14
    • Encadernação Cartonado
    • Idade Recomendada + 7 anos