Nao me Comas a Mim!

Vitali Konstantinov (Ilustração) Margarita del Mazo (Autor) Lançado em janeiro de 2014 Edição em Português
    • Nao me Comas a Mim!_0
    • Nao me Comas a Mim!_1
    Nao me Comas a Mim!
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Data de lançamento janeiro 2014
      Editor OQO Editora
      Coleção O

      Ver todas as características

    • Era uma noite sem lua alguma…O relógio dava a UMA… DONG!De repente,
      Mateus acordou assustado.
      Tinha ouvido um barulho atrás da porta,
      onde estavam pendurados os casacos.
      Olhou para lá,
      mas só viu uma sombra…
      Abriu muito os olhos, sem pestanejar,
      e a sombra transformou-se num… MONSTRO!Em Não me Comas a Mim!, Margarita del Mazo inspirou-se nas suas próprias vivências, mais concretamente na inquietação que a escuridão lhe produzia quando ela era pequena. Neste álbum, as crianças amedrontadas por este ou outros temores,...
      Ver mais

    • Stock esgotado

      Indisponível em loja

      Levantamento gratuito

      Ver todas as opções e detalhes de entrega
    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • SPV Fnac
      7 dias por semana
    • Devoluções
      gratuitas em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Levantamento
      gratuito em loja

    Descrição Nao me Comas a Mim!

    Era uma noite sem lua alguma…

    O relógio dava a UMA… DONG!

    De repente,
    Mateus acordou assustado.
    Tinha ouvido um barulho atrás da porta,
    onde estavam pendurados os casacos.
    Olhou para lá,
    mas só viu uma sombra…
    Abriu muito os olhos, sem pestanejar,
    e a sombra transformou-se num… MONSTRO!

    Em Não me Comas a Mim!, Margarita del Mazo inspirou-se nas suas próprias vivências, mais concretamente na inquietação que a escuridão lhe produzia quando ela era pequena. Neste álbum, as crianças amedrontadas por este ou outros temores, poderão confirmar, aliviadas, que não são as únicas para quem as sombras se transformam em monstros famintos, tal como acontece ao protagonista.

    "Foi simples escrever esta história. Só tive que recordar, escondida por baixo dos lençóis, chamando pela minha mãe, heroica espantadora de monstros e doce guardiã dos meus sonhos", admite com carinho a também autora dos textos de Mosquito e A Máscara do Leão.

    Os medos infantis fazem parte da evolução e, consequentemente, costumam desaparecer à medida que as crianças crescem. Nesta superação, as histórias protagonizadas por monstros, bruxas ou seres terríveis detêm um papel importante.

    Assim, os temores ganham forma e personalizam-se, o que ajuda a vencê-los. De qualquer forma, nesta vitória, os pais têm sempre uma função relevante.

    Mateus mal se atreve a confessar à mãe o que lhe está a acontecer, já que, até esse momento, recorreu a artimanhas para convencer o seu cão, o seu irmão e a sua tia a dormirem com ele. Um recurso habitual entre os mais pequenos, perante o receio de se sentirem ridicularizados.

    — Tenho medo, mamã.
    Atrás da porta há um monstro vermelho
    que me quer comer.

    — Calma, Mateus. Eu fico aqui contigo,
    mas os monstros não existem.

    Tanto a proteção excessiva como fazer com que os filhos se sintam covardes são atitudes que podem empolar o problema e acentuar o medo. A mãe de Mateus não goza com ele: dá-lhe confiança e compreensão. Assim, por fim, vai atrever-se a encarar o monstro vermelho e ruim, de que conseguira livrar-se durante toda a noite, oferecendo-lhe astutamente todos os seus acompanhantes para evitar ser comido por ele.

    Margarita del Mazo cria uma personagem descarada e astuta, que cria simpatia e cumplicidade no leitor, o que se transformará em ternura e admiração perante a mostra final de valentia.

    Não tenho medo de ti, e não és terrível…
    És um… porcalhão!
    Devolve-me agora mesmo toda a minha família…
    E não te esqueças do meu ursinho!

    Escolhas dos nossos vendedores

    RAQUEL CURVACHEIRO FNAC Cascais

    Não Me Comas a Mim.

    Um livro que joga com os medos das crianças e com os monstros imaginários da noite. Mateus tem um monstro a viver no quarto e, com medo de ser comido, oferece em sacrifício o ursinho, o cão, o irmão, a tia,... Mas quando o monstro volta para mais, Mateus impõe-se e recupera os que ama!

    Características detalhadasNao me Comas a Mim!

    • Ilustração Vitali Konstantinov
    • Autor Margarita del Mazo
    • Editor OQO Editora
    • Data de lançamento janeiro 2014
    • Coleção O
    • EAN 978-8498714371
    • ISBN 9788498714371
    • Dimensões 25 x 23 cm
    • Nº Páginas 36
    • Encadernação Cartonado
    • Idade Recomendada + 5 anos