Narrativas do Trauma - Vítimas, Memória e Cidadania

José Manuel Mendes (Autor) Ângela Maia (Autor) Pedro Araújo (Autor) Lançamento a 23 janeiro 2020 Edição em Português
    Narrativas do Trauma - Vítimas, Memória e Cidadania_0
    Narrativas do Trauma - Vítimas, Memória e Cidadania
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Data de lançamento 23/01/2020
      Editor Almedina
      Coleção Serie Risco e Regulação

      Ver todas as características

    • Narrativas do Trauma baseia-se numa análise comparativa entre França e Portugal sobre a forma como os Estados regulam e respondem aos desafios colocados pelos acidentes, pelas catástrofes e pela presença no espaço público das vítimas e dos seus familiares. Conclui-se que, mais relevante do que construir uma genealogia do conceito de vítima, o que é fecundo teórica e epistemologicamente é perceber como os diferentes atores presentes neste campo — do Estado às empresas, das vítimas aos seus familiares e representantes —... Ver mais

    • 16,90 € 15,21 €

      Em stock online

      Recebe numa morada a partir de 2,50 €

      Em loja

      Levantamento gratuito

      Ver disponibilidade em loja

      Ver todas as opções e detalhes de entrega
    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • SPV Fnac
      7 dias por semana
    • Devoluções
      gratuitas em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Levantamento
      gratuito em loja

    1 oferta especial Narrativas do Trauma - Vítimas, Memória e Cidadania

    • Promoção Novidades
    10% desconto imediato em Novidades Livros .
    Promoção Exclusiva Online, válida de 1 janeiro a 31 dezembro 2020, em livros publicados há menos de 60 dias.
    Não acumulável com outras promoções nem com os 10% desconto em livros para aderentes e aplicável apenas em artigos vendidos pela Fnac.pt, exclui Marketplace e eBooks. Limitado ao stock existente.

    Mais Informações Narrativas do Trauma - Vítimas, Memória e Cidadania

    Narrativas do Trauma baseia-se numa análise comparativa entre França e Portugal sobre a forma como os Estados regulam e respondem aos desafios colocados pelos acidentes, pelas catástrofes e pela presença no espaço público das vítimas e dos seus familiares.

    Conclui-se que, mais relevante do que construir uma genealogia do conceito de vítima, o que é fecundo teórica e epistemologicamente é perceber como os diferentes atores presentes neste campo — do Estado às empresas, das vítimas aos seus familiares e representantes — procuram circunscrever ou normalizar o impacto da vitimização nas políticas de cidadania, ou, no caso das vítimas e das suas associações, como a condição de vítima é potenciadora da configuração de uma lógica de cidadania e de acesso a direitos.

    Além dos mecanismos convencionais de análise dos processos de vitimização, interessa-nos perceber como uma fenomenologia do desastre, como a questão do sofrimento e do corpo, permite a análise da produção dos laços sociais e coletivos, muitas vezes na luta e na reivindicação, mas também no silêncio, no recolhimento ou na rememoração.

    Características detalhadasNarrativas do Trauma - Vítimas, Memória e Cidadania

    OUTRAS OBRAS de José Manuel Mendes

    OPINIÕES DOS NOSSOS CLIENTES Narrativas do Trauma - Vítimas, Memória e Cidadania

    Condições de Utilização

    Ver também