Nova História da Imprensa Portuguesa

José Tengarrinha (Autor) Das Origens a 1865 Lançado em setembro de 2013 Edição em Português
    • Nova História da Imprensa Portuguesa_0
    Nova História da Imprensa Portuguesa

    Venda o seu Nova História da Imprensa Portuguesa com apenas alguns cliques,
    em fnac.pt

    1. Vende o teu produto
    2. Um cliente compra o teu produto
    3. Envia o teu produto
    4. Recebe o pagamento
    Passar para conta Pro!
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Data de lançamento setembro 2013
      Editor Temas & Debates

      Ver todas as características

    • Esta Nova História da Imprensa Portuguesa faz a história das publicações periódicas, suas origens e desenvolvimentos, desde os primeiros papéis informativos surgidos em Portugal no século XVI e traçando a sua evolução no longo percurso de formação do jornalismo moderno no nosso país que tem como marco fundamental a sua fase de industrialização.
      Foram considerados não apenas os jornais que são hoje para nós referências importantes, como também os que tiveram considerável importância no seu tempo, mas cuja memória se perdeu...
      Ver mais

    • 10 €
      9 €

      Apenas 2 em stock

      Recebe numa morada a partir de 2,50 €

      Em loja

      Levantamento gratuito

      Ver disponibilidade em loja

      Ver todas as opções e detalhes de entrega
    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • SPV Fnac
      7 dias por semana
    • Devoluções
      gratuitas em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Levantamento
      gratuito em loja

    1 oferta especial Nova História da Imprensa Portuguesa

    • Vantagem Aderente: 10% Desconto imediato
    10% desconto imediato em livros
    O Cartão Fnac dá-te 10% desconto imediato sobre o preço de editor, não acumulável com outras promoções.

    Descrição Nova História da Imprensa Portuguesa

    Esta Nova História da Imprensa Portuguesa faz a história das publicações periódicas, suas origens e desenvolvimentos, desde os primeiros papéis informativos surgidos em Portugal no século XVI e traçando a sua evolução no longo percurso de formação do jornalismo moderno no nosso país que tem como marco fundamental a sua fase de industrialização.
    Foram considerados não apenas os jornais que são hoje para nós referências importantes, como também os que tiveram considerável importância no seu tempo, mas cuja memória se perdeu, constituindo como que «a face oculta da história». Mas não se trata apenas de uma história dos jornais. Objetivo fundamental foi inserir a história da imprensa portuguesa nas principais linhas de desenvolvimento da vida política, cultural, económica nacional, quer como recetáculo dos mais relevantes factos quer como fator influente e dinamizador desses aspetos da sociedade. Assim, esta Nova História faz-se eco e ao mesmo tempo contribui para compreender os grandes acontecimentos e confrontos sociais e políticos, a evolução cultural e ideológica do País e as grandes polémicas nesses domínios, os debates sobre o desenvolvimento económico e o progresso nacionais, bem como aprofundar o conhecimento da sociedade em geral na sua espessura e em seus aspetos menos conhecidos.

    Características detalhadasNova História da Imprensa Portuguesa

    • Autor José Tengarrinha
    • Editor Temas & Debates
    • Data de lançamento setembro 2013
    • EAN 978-9896442408
    • ISBN 9789896442408
    • Dimensões 15 x 23 cm
    • Nº Páginas 1052
    • Encadernação Capa mole

    OUTRAS OBRAS de José Tengarrinha

    OPINIÕES DOS NOSSOS CLIENTES Nova História da Imprensa Portuguesa

    Condições de Utilização

    Ver também

      Vais ser redirecionado para fora da fnac.pt

      Ao clicar em "download" vais ser redireccionado para o site kobo.com onde poderás fazer download do título selecionado utilizando os dados de acesso da tua conta Fnac. Caso não tenhas uma conta Fnac, terás de criar uma conta em Kobo.com para usufruíres de todas as funcionalidades e vantagens Kobo.

      Atenção Ocorreu um erro, por favor, tenta novamente mais tarde.