• Loja
  • Blog FNAC
Novos Talentos

Novos Talentos FNAC: escolher e avaliar um conto

BlogFNAC3
Por BlogFNAC3
Em 25/02/2019
1103
Novos Talentos FNAC: escolher e avaliar um conto

Os Novos Talentos estão aí e nós queremos descobrir o teu! Se a tua grande paixão é a escrita, lê aqui as dicas que o autor e jurado João Tordo tem para ti e participa aqui.

joão tordo

1. Uma voz original

 
Não é fácil. Por vezes, julgamos que os grandes tiveram epifanias. Mas a verdade é que Saramago ou Faulkner ou Joyce ou Mishima ofereceram-nos o resultado de décadas de trabalho. Procuramos no conto alguma coisa que seja a centelha desta voz; uma indicação, ainda que breve, de uma maneira própria e única de contar.

 

 

2. Coerência e equilíbrio

 

É fundamental, em qualquer narrativa, não perder o pé. A capacidade de efabulação é importante, mas é igualmente essencial que a narrativa se mantenha coesa. Sobre o que é o conto?

 

 

3. Simplicidade

 

"Keep it simple, stupid". Era o que dizia o David Mamet, um dramaturgo americano. A simplicidade reflecte-se na leitura aparentemente suave, do nosso lado, pese embora o tema/assunto possa ser difícil e complexo, do outro. Simplificar é um verbo importante na escrita.

 

Escrita à mão

 

4. O que está do outro lado, ou por baixo

 

Todos os grandes contos são sobre outra coisa qualquer que não está na página. Vejamos Carver, Tchekov, Munro: as suas histórias são aquilo que acontece, e aquilo que não está dito. A metáfora que eleva um texto à condição de literatura.

 

 

5. Cuidado com a prosa!

 

Uma revisão e edição cuidada. Precioso. As melhores ideias podem ser irremediavelmente estragadas pela complacência. Se for preciso imitar os grandes, então que assim seja, desde que o conto não nos chegue em retalhos.

 

Máquina escrever

 

Por: João Tordo

A tua nota : Je détesteJe n'aime pasCa vaJ'aimeJ'adore
Atenção Ocorreu um erro, por favor, tenta novamente mais tarde.