Nunca se Perde uma Paixão

Eduardo Sá (Autor) A segunda prioridade de toda a vida é conquistar um grande amor. Lançamento a 27 agosto 2019 Edição em Português
    • Nunca se Perde uma Paixão_0
    Nunca se Perde uma Paixão
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Data de lançamento 27/08/2019
      Editor Lua de Papel
      Coleção Psicologia

      Ver todas as características

    • “Todo o amor é tímido. E excêntrico, talvez. Não se previne nem se explica. Por tudo isso, não sei se deva escrever sobre o amor. Mas, também a mim, este livro me apanhou desprevenido. E talvez só isso tenha feito, tomado por hesitações, aventurar-me nele. Porque é assim – suponho eu – que, em todos nós, se vive qualquer amor: de forma singular e com a descontração que só se tem diante dos gestos com qualquer coisa de banal. Por isso mesmo, não há como escrever sobre o amor. Será mais ele que nos escreve a nós.” O amor,... Ver mais

    • Vendido pela Fnac  14,31 €
    • 2 novos desde 15,65 €  
    • 15,90 €
      14,31 €

      Em stock online

      Recebe numa morada a partir de 2,50 €

      Em loja

      Levantamento gratuito

      Ver disponibilidade em loja

      Ver todas as opções e detalhes de entrega
    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • SPV Fnac
      7 dias por semana
    • Devoluções
      gratuitas em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Levantamento
      gratuito em loja

    1 oferta especial Nunca se Perde uma Paixão

    • Vantagem Aderente: 10% Desconto imediato
    10% desconto imediato em livros
    O Cartão Fnac dá-te 10% desconto imediato sobre o preço de editor, não acumulável com outras promoções.

    Resumo Nunca se Perde uma Paixão

    Todo o amor é tímido. E excêntrico, talvez. Não se previne nem se explica. Por tudo isso, não sei se deva escrever sobre o amor. Mas, também a mim, este livro me apanhou desprevenido. E talvez só isso tenha feito, tomado por hesitações, aventurar-me nele. Porque é assim suponho eu que, em todos nós, se vive qualquer amor: de forma singular e com a descontração que só se tem diante dos gestos com qualquer coisa de banal. Por isso mesmo, não há como escrever sobre o amor. Será mais ele que nos escreve a nós.  O amor, neste livro, escreve-nos com doçura, deambula, procura caminhos. É um amor que explora, sempre curioso, os caminhos insondáveis do coração. Ou do cérebro, porque se aventura também no reino da biologia, investiga a química real que nos move. Não satisfeito, deita-nos no divã quando calha, faz perguntas, deixa-nos inquietos, abandonaâ nos. Mas volta sempre e conta-nos pequenas histórias, e percorre a Grande História, e fala da sexualidade, e inquieta-nos.E esse amor que nos escreve, pela mão de Eduardo Sá, é democrático, universal, por vezes travesso. Todos nos revemos nele, todos nos reconhecemos e espantamos: se não é isto o amor, o que será?

    Mais Informações Nunca se Perde uma Paixão

    “Todo o amor é tímido. E excêntrico, talvez. Não se previne nem se explica. Por tudo isso, não sei se deva escrever sobre o amor.

    Mas, também a mim, este livro me apanhou desprevenido. E talvez só isso tenha feito, tomado por hesitações, aventurar-me nele. Porque é assim – suponho eu – que, em todos nós, se vive qualquer amor: de forma singular e com a descontração que só se tem diante dos gestos com qualquer coisa de banal. Por isso mesmo, não há como escrever sobre o amor. Será mais ele que nos escreve a nós.”

    O amor, neste livro, escreve-nos com doçura, deambula, procura caminhos. É um amor que explora, sempre curioso, os caminhos insondáveis do coração. Ou do cérebro, porque se aventura também no reino da biologia, investiga a química real que nos move.

    Não satisfeito, deita-nos no divã quando calha, faz perguntas, deixa-nos inquietos, abandona-nos. Mas volta sempre e conta-nos pequenas histórias, e percorre a Grande História, e fala da sexualidade, e inquieta-nos. E esse amor que nos escreve, pela mão de Eduardo Sá, é democrático, universal, por vezes travesso.

    Todos nos revemos nele, todos nos reconhecemos e espantamos: se não é isto o amor, o que será?

    Características detalhadasNunca se Perde uma Paixão

    • Autor Eduardo Sá
    • Editor Lua de Papel
    • Data de lançamento 27/08/2019
    • Coleção Psicologia
    • EAN 978-9892346267
    • ISBN 9789892346267
    • Dimensões 16,9 x 23,6 cm
    • Nº Páginas 208
    • Encadernação Capa mole

    CARACTERÍSTICAS DO EBOOK

    • Formato ePub
    • Editor Lua de Papel
    • Data de lançamento julho 2019
    • EAN 9789892346274
    QUE FORMATO PARA O MEU EBOOK?

    OUTRAS OBRAS de Eduardo Sá

    Ver também