O Pequeno Livro dos Medos

    O Pequeno Livro dos Medos_0
    O Pequeno Livro dos Medos
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Data de lançamento outubro 2000
      Editor Assírio & Alvim
      Coleção Assirinha

      Ver todas as características

    • Escrito e ilustrado por Sérgio Godinho, este livro fala-nos dos medos da infância, alguns mais fortes que nós, de como ultrapassamos outros (...o cavalo chegou-se à minha mão aberta, que tremia com a maçã em cima. Era a única coisa que lhe podia dar. Foi a única coisa que ele levou. Adeus cavalo, adeus medo dos cavalos.).
      Até à história que o avô Francisco Magalhães, tipógrafo de profissão, escreveu para o seu filho João de cada vez que ele tivesse medo.
      Porque o medo também faz parte de nós (quem não tem medo?) mas...
      Ver mais

    • Vendido pela Fnac  12,96 €
    • 2 novos desde 11,70 €  
    • 14,40 €

      Disponível

      Envio normal : 2,99 €

      Envio com Tracking : 3,50 €

      Envio Contra Assinatura : 4,79 €

      Gomes Books
      (Vendedor profissional)
      4582 venda(s)
      Estado do produto
      Novo
      País de expedição
      Portugal Continental
      Prazo médio de entrega
      Entre 2 e 3 dias úteis
      Taxa de aceitação
      99,35%
      Todas as ofertas
      • 11,70 € Custos de envio +4,44 €
        Disponível
        Novo
        Pro
        Easybook
        (664)
      • 14,40 € Custos de envio +2,99 €
        Disponível
        Novo
        Pro
        Gomes Books
        (4582)
    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • SPV Fnac
      7 dias por semana
    • Devoluções
      gratuitas em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Levantamento
      gratuito em loja

    Descrição O Pequeno Livro dos Medos

    Escrito e ilustrado por Sérgio Godinho, este livro fala-nos dos medos da infância, alguns mais fortes que nós, de como ultrapassamos outros (...o cavalo chegou-se à minha mão aberta, que tremia com a maçã em cima. Era a única coisa que lhe podia dar. Foi a única coisa que ele levou. Adeus cavalo, adeus medo dos cavalos.).
    Até à história que o avô Francisco Magalhães, tipógrafo de profissão, escreveu para o seu filho João de cada vez que ele tivesse medo.


    Porque o medo também faz parte de nós (quem não tem medo?) mas quando começa a ser exagerado é preciso controlá-lo, nem que para tal seja preciso saltar, correr, espernear, lutar, falar, responder, perguntar, ou, muito simplesmente, pensar.

    Características detalhadasO Pequeno Livro dos Medos

    OUTRAS OBRAS de Sérgio Godinho

    Ver também