O Primo Bazilio

    O Primo Bazilio_0
    O Primo Bazilio
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Editor Livros do Brasil
      Coleção Obras de Eça de Queiroz

      Ver todas as características

    • Acerca de "O Primo Bazilio", Eça de Queiroz afirmou em carta a Teófilo Braga, datada de 1878: «A minha ambição seria pintar a sociedade portuguesa, tal qual a fez o Constitucionalismo desde 1830 – e mostrar-lhe, como num espelho, que triste país eles formam, – eles e elas. É o meu fim nas Cenas da Vida Portuguesa. É necessário acutilar o mundo oficial, o mundo sentimental, o mundo literário, o mundo agrícola, o mundo supersticioso – e, com todo o respeito pelas instituições que são de origem eterna, destruir as falsas... Ver mais

    • 9,90 € 8,91 €

      Apenas 1 em stock

      Recebe numa morada a partir de 2,50 €

      Em loja

      Levantamento gratuito

      Ver disponibilidade em loja

      Ver todas as opções e detalhes de entrega
    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • SPV Fnac
      7 dias por semana
    • Devoluções
      gratuitas em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Levantamento
      gratuito em loja

    1 oferta especial O Primo Bazilio

    • PROMOÇÃO PLANO NACIONAL DE LEITURA
    PROMOÇÃO PLANO NACIONAL DE LEITURA:
    10% desconto em livros do Plano Nacional de Leitura.Promoção Exclusiva Online, válida de 1 janeiro a 31 dezembro 2020.
    Limitado ao stock existente, aplicável apenas a artigos vendidos pela Fnac.pt (exclui Marketplace e eBooks) e não acumulável com outras promoções nem com descontos Cartão Fnac.

    Descrição O Primo Bazilio

    Acerca de "O Primo Bazilio", Eça de Queiroz afirmou em carta a Teófilo Braga, datada de 1878: «A minha ambição seria pintar a sociedade portuguesa, tal qual a fez o Constitucionalismo desde 1830 – e mostrar-lhe, como num espelho, que triste país eles formam, – eles e elas. É o meu fim nas Cenas da Vida Portuguesa. É necessário acutilar o mundo oficial, o mundo sentimental, o mundo literário, o mundo agrícola, o mundo supersticioso – e, com todo o respeito pelas instituições que são de origem eterna, destruir as falsas interpretações e falsas realizações, que lhe dá uma sociedade podre. Não lhe parece você que um tal trabalho é justo?»

    Características detalhadasO Primo Bazilio

    OUTRAS OBRAS de Eça de Queirós

    Ver também