O Solilóquio do Rei Leopoldo

Mark Twain (Autor) Lançamento a 26 outubro 2018 Edição em Português
    O Solilóquio do Rei Leopoldo_0
    O Solilóquio do Rei Leopoldo
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Data de lançamento 26/10/2018
      Editor Quetzal Editores

      Ver todas as características

    • "O Solilóquio do Rei Leopoldo" é um pequeno livro publicado em 1905 por Mark Twain. Trata-se de um texto de sátira política, um monólogo do rei Leopoldo II, da Bélgica, que discursa para se defender das acusações de atrocidades cometidas entre 1885 e 1908 no chamado «Estado Livre do Congo», um grande território cuja administração foi exercida pessoalmente pelo rei belga – e não pela Coroa ou pelo Estado. Leopoldo II submeteu a população local a condições de vida e de trabalho degradantes e a uma repressão violenta e... Ver mais

    • Vendido pela Fnac  12,95 €
    • 1 novo desde 14,39 €  
    • 14,39 €

      Disponível

      Entrega gratuito

      WolverineBooks
      (Vendedor profissional)
      2886 venda(s)
      Estado do produto
      Novo
      País de expedição
      Portugal Continental
      Prazo médio de entrega
      Entre 2 e 3 dias úteis
      Taxa de aceitação
      97,50%

      Comentários do vendedor :

      Expedição no dia útil seguinte salvo ruptura de stock. Prazo de entrega: até 3 dias úteis Portes grátis e envio seguro com tracking. Não inclui envio Expresso

      Todas as ofertas
      • 14,39 € Custos de envio +0 €
        Disponível
        Novo
        Pro
        WolverineBooks
        (2886)
    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • Levantamento
      gratuito em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Devoluções
      gratuitas em loja

    Mais Informações O Solilóquio do Rei Leopoldo

    "O Solilóquio do Rei Leopoldo" é um pequeno livro publicado em 1905 por Mark Twain. Trata-se de um texto de sátira política, um monólogo do rei Leopoldo II, da Bélgica, que discursa para se defender das acusações de atrocidades cometidas entre 1885 e 1908 no chamado «Estado Livre do Congo», um grande território cuja administração foi exercida pessoalmente pelo rei belga – e não pela Coroa ou pelo Estado.

    Leopoldo II submeteu a população local a condições de vida e de trabalho degradantes e a uma repressão violenta e desumana, com o objetivo de aumentar os lucros da extração de diamantes, borracha e marfim.

    A partir de 1900 começaram a surgir denúncias sobre os crimes e o horror vividos no Estado Livre do Congo – e em 1899 é publicado "O Coração das Trevas", de Joseph Conrad, um retrato desse universo pavoroso. Em 1904, Roger Casement (a personagem de "O Sonho do Celta", de Mario Vargas Llosa), cônsul britânico no Congo, elabora um relatório sobre as atrocidades e a desumanidade da administração do rei Leopoldo – que levaria o Parlamento belga a anexar o território, retirando-o ao rei. E, nos Estados Unidos da América, Mark Twain associa-se a uma campanha internacional contra Leopoldo II. Por isso, o seu texto não é apenas um panfleto político: é também uma denúncia vigorosa, sarcástica e burlesca do colonialismo e do racismo.

    Características detalhadasO Solilóquio do Rei Leopoldo

    • Autor Mark Twain
    • Editor Quetzal Editores
    • Data de lançamento 26/10/2018
    • EAN 978-9897225376
    • ISBN 9789897225376
    • Dimensões 12,8 x 19,8 cm
    • Nº Páginas 128
    • Encadernação Cartonado

    OUTRAS OBRAS de Mark Twain

    OPINIÕES DOS NOSSOS CLIENTES O Solilóquio do Rei Leopoldo

    Condições de Utilização

    Ver também