Os Camisas Azuis e Salazar - Rolão Preto e o Fascismo em Portugal

Lançado em dezembro de 2018 (ePub) em Português
    Os Camisas Azuis e Salazar - Rolão Preto e o Fascismo em Portugal_0
    Os Camisas Azuis e Salazar - Rolão Preto e o Fascismo em Portugal
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Data de lançamento dezembro 2018
      Editor Edições 70
      Formato ePub
    • Em Fevereiro de 1932, um grupo de estudantes fascistas criou em Lisboa um jornal académico, A Revolução. Quase todo o grupo fundador pertencia ao sector estudantil do Integralismo Lusitano, movimento monárquico de direita radical, fundado nos anos 10, sob inspiração da Action Française. Meses mais tarde, o grupo decidiu convidar para seu director Francisco Rolão Preto, o membro da Junta Central do Integralismo Lusitano que se encontrava mais próximo do ideal fascista que todos professavam. Lançado no Verão desse ano, o... Ver mais

    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • Levantamento
      gratuito em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Devoluções
      gratuitas em loja

    Resumo

    Em Fevereiro de 1932, um grupo de estudantes fascistas criou em Lisboa um jornal académico, A Revolução. Quase todo o grupo fundador pertencia ao sector estudantil do Integralismo Lusitano, movimento monárquico de direita radical, fundado nos anos 10, sob inspiração da Action Française. Meses mais tarde, o grupo decidiu convidar para seu director Francisco Rolão Preto, o membro da Junta Central do Integralismo Lusitano que se encontrava mais próximo do ideal fascista que todos professavam. Lançado no Verão desse ano, o Movimento Nacional- Sindicalista rapidamente se organizou à escala nacional, sob a chefia carismática de Rolão Preto. O Nacional-Sindicalismo, expressão do fascismo enquanto movimento em Portugal, foi um fenómeno político tardio. Fundado em 1932, em plena transição para um regime autoritário, representa o último combate de uma «família política» que desempenhou um papel importante no processo de crise e de derrube do liberalismo português, mas que foi secundarizada na edificação de uma alternativa ditatorial estável no início dos anos 30. Tão estável que a resolução desta crise acabaria por produzir uma das ditaduras de direita mais longa da Europa do século XX.

    eBook com Kobo by Fnac

    Milhares de livros em qualquer lado graças aos leitores de ebooks Kobo by Fnac. Uma experiência de leitura otimizada para o mesmo conforto que um livro em papel.

    Descobrir

    Escolhas dos vendedores FNAC

    Bruno Gaiola
    FNAC Alfragide

    Os Camisas Azuis e Salazar. Rolão Preto e o Fascismo em Portugal

    Desafiando preconceitos sobre a estrutura ideológica do Estado Novo, este estudo (agora em edição revista) de António Costa Pinto é um estudo de caso essencial para, através da génese e queda do nacional-sindicalismo, compreender a longevidade do salazarismo e da sua dinâmica partidária.

    Opiniões dos nossos clientes Os Camisas Azuis e Salazar

    Sê o primeiro a dar
    a tua opinião sobre este produto

    Dar opinião ✔ A tua opinião foi gravada

    Características detalhadas

    Formato

    ePub

    Editor

    Edições 70

    Data de lançamento

    dezembro 2018

    EAN

    9789724418735

    QUE FORMATO PARA O MEU EBOOK?