Os Maias

Eça de Queirós (Autor) Eça de Queiros (Autor) Lançado em abril de 2017 Edição em Português
    Os Maias_0
    Os Maias
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Data de lançamento abril 2017
      Editor Relógio d'Água
      Coleção Clássicos de Para Leitores de Hoje

      Ver todas as características

    • Eça de Queirós foi o maior romancista português de sempre e "Os Maias" é a sua principal obra. É certo que Jorge Luis Borges celebrou a sua novela "O Mandarim" como um magnífico conto fantástico e que Harold Bloom viu na ironia de "A Relíquia" a obra mais original do autor. Mas a verdade é que sucessivas gerações de leitores e de críticos foram redescobrindo "Os Maias" como uma obra-prima, um livro sobre os costumes portugueses da época, mas sobretudo como um romance que encerra em si uma tragédia, a impossibilidade do amor... Ver mais

    • 10 €
      9 €

      Apenas 1 em stock

      Recebe numa morada a partir de 2,50 €

      Em loja

      Levantamento gratuito

      Ver disponibilidade em loja

      Ver todas as opções e detalhes de entrega
    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • SPV Fnac
      7 dias por semana
    • Devoluções
      gratuitas em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Levantamento
      gratuito em loja

    1 oferta especial Os Maias

    • Vantagem Aderente: 10% Desconto imediato
    10% desconto imediato em livros
    O Cartão Fnac dá-te 10% desconto imediato sobre o preço de editor, não acumulável com outras promoções.

    Mais Informações Os Maias

    Eça de Queirós foi o maior romancista português de sempre e "Os Maias" é a sua principal obra. É certo que Jorge Luis Borges celebrou a sua novela "O Mandarim" como um magnífico conto fantástico e que Harold Bloom viu na ironia de "A Relíquia" a obra mais original do autor.

    Mas a verdade é que sucessivas gerações de leitores e de críticos foram redescobrindo "Os Maias" como uma obra-prima, um livro sobre os costumes portugueses da época, mas sobretudo como um romance que encerra em si uma tragédia, a impossibilidade do amor entre Carlos e Maria Eduarda, tendo como pano de fundo um país em que o autor reconhece a impossibilidade das mudanças que o tornem europeu.

    2Os Maias" foram escritos ao longo de oito anos e publicados em 1888. A revisão final foi feita no n.º 23 de Ladbroke Gardens, no bairro londrino de Notting Hill, quando Eça era cônsul em Bristol.
    Após a publicação de "Os Maias", surgiram na imprensa críticas desencontradas. Uma das mais negativas foi de Fialho de Almeida, autor de "Contos" e de "A Cidade do Vício", que é reproduzida nesta edição, bem como a resposta que Eça lhe deu.

    Características detalhadasOs Maias

    OUTRAS OBRAS de Eça de Queirós

    Ver também