Os Sulcos da Sede

Eugénio de Andrade (Autor) Lançamento a 19 junho 2019 Edição em Português
    Os Sulcos da Sede_0
    Os Sulcos da Sede
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Data de lançamento 19/06/2019
      Editor Assírio & Alvim
    • «Variação sobre um velho tema, o tema do homem velho, Os Sulcos da Sede (2001) é um dos livros dos últimos dias de Eugénio de Andrade, que aconteceu ser o último livro que publicou. [...] Mais do que luzes e sombras, a questão, neste último livro, põe-se em termos de sede e de água. Os poemas estão junto da fonte, da fonte da poesia, têm sede, anseiam (“água, água”), morrem perto da fonte à míngua de água, dão de beber à sede, dão a beber a própria sede, as formulações multiplicam-se. Trata-se de uma promessa do... Ver mais

    • 11 € 9,90 €

      Apenas 1 em stock

      Recebe numa morada a partir de 30 €

      Ver stock em loja

      Levantamento gratuito

      Ver disponibilidade em loja

      Ver todas as opções e detalhes de entrega
    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • Levantamento
      gratuito em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Devoluções
      gratuitas em loja

    1 oferta especial Os Sulcos da Sede

    • PROMOÇÃO EXCLUSIVA ONLINE: PNL
    PROMOÇÃO PLANO NACIONAL DE LEITURA:
    10% desconto em livros do Plano Nacional de Leitura.Promoção Exclusiva Online, válida de 1 janeiro a 31 dezembro 2020.
    Limitado ao stock existente, aplicável apenas a artigos vendidos pela Fnac.pt (exclui Marketplace e eBooks) e não acumulável com outras promoções nem com descontos Cartão Fnac.

    Resumo

    «Variação sobre um velho tema, o tema do homem velho, Os Sulcos da Sede (2001) é um dos livros dos últimos dias de Eugénio de Andrade, que aconteceu ser o último livro que publicou. [...]

    Mais do que luzes e sombras, a questão, neste último livro, põe-se em termos de sede e de água.

    Os poemas estão junto da fonte, da fonte da poesia, têm sede, anseiam (“água, água”), morrem perto da fonte à míngua de água, dão de beber à sede, dão a beber a própria sede, as formulações multiplicam-se. Trata-se de uma promessa do inalcançável ou de um suplício de Tântalo? Parecendo sensações contraditórias, são, na verdade, instâncias diferentes: o “eu”, envelhecido, pode muito menos do que dantes, mas os poemas não envelhecem, não perdem faculdades.

    Eugénio recupera aquela sensação que todos temos, a partir de uma certa idade, a sensação de que somos mais novos do que aquilo que somos.»
    [do prefácio de Pedro Mexia]

    Opiniões dos nossos clientes Os Sulcos da Sede

    Sê o primeiro a dar
    a tua opinião sobre este produto

    Dar opinião ✔ A tua opinião foi gravada

    Saber tudo sobre

    Eugénio de Andrade

    Autor
    Descobre o melhor de Eugénio de Andrade, todas as suas novidades, artigos relacionados em todos os formatos (albuns, Livros, DVD, etc...).

    Outras obras de Eugénio de Andrade

    Características detalhadas

    Data de lançamento

    19/06/2019

    EAN

    978-9723720952

    ISBN

    9789723720952

    Dimensões

    14,5 x 20,5 cm

    Nº Páginas

    64

    Encadernação

    Capa mole

    PNL Idade

    Maiores de 18 anos