Para Sempre Carcóvia

João Carlos Máximo (Autor) Lançado em dezembro de 2013 Edição em Português
    Para Sempre Carcóvia_0
    Para Sempre Carcóvia
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Data de lançamento dezembro 2013
      Editor Chiado Books
      Coleção Viagens na Ficção

      Ver todas as características

    • «Pequenas névoas espalhadas no céu. E um tipo de peugada assim, eu conheço… e só podia ser feito por aqueles bombardeiros que vinham desde a Heldenplatz, até aqui.
      (senhora) – És alemão? Há muito tempo que não via um alemão por aqui.
      (Kurt) – Não. Sou austríaco. Nasci na Áustria, que faz fronteira com a Alemanha.
      (senhora) – Engraçado. Pensava que a Áustria fazia parte da Alemanha.
      (Kurt) – Fez em tempos, sim. Mas agora já não.
      (senhora) – Chamo-me Urszula. Prazer em conhecer-te.
      (Kurt) – Percebo. E viveu sempre...
      Ver mais

    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • SPV Fnac
      7 dias por semana
    • Devoluções
      gratuitas em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Levantamento
      gratuito em loja

    Descrição Para Sempre Carcóvia

    «Pequenas névoas espalhadas no céu. E um tipo de peugada assim, eu conheço… e só podia ser feito por aqueles bombardeiros que vinham desde a Heldenplatz, até aqui.
    (senhora) – És alemão? Há muito tempo que não via um alemão por aqui.
    (Kurt) – Não. Sou austríaco. Nasci na Áustria, que faz fronteira com a Alemanha.
    (senhora) – Engraçado. Pensava que a Áustria fazia parte da Alemanha.
    (Kurt) – Fez em tempos, sim. Mas agora já não.
    (senhora) – Chamo-me Urszula. Prazer em conhecer-te.
    (Kurt) – Percebo. E viveu sempre aqui? Do que vive ou o que é que faz aqui, se é que posso saber? É casada? Tem filhos? Os seus netos costumam vir vê-la?
    (Úrsula) – Não, rapaz. Nunca me casei. Como me podia casar se não há aqui ninguém?
    (Kurt) – Percebo. Mas está informada, certo? Tem televisão? Ou rádio? Lê jornais? Sabe o que se passa no mundo?
    (Úrsula) – Vou sabendo o que se passa, pela televisão… Tenho-a há uns anos recentes, juntamente com o telefone e a luz. A vida desde a independência mudou por aqui, e para melhor, tirando a paisagem. Este lugar era ainda mais bonito antes da guerra.
    (Kurt) – Ainda mais bonito? Este lugar é lindo, minha senhora. Olhe só para este céu, veja como é belo e espaçoso.
    (Úrsula) – Sim. Não há um céu como este…»

    Características detalhadasPara Sempre Carcóvia